Uma metralhadora verbal: Dark MC solta verdades em seu novo trap, ‘Pretos no Topo’

Novamente colocando o dedo na ferida em tudo a sua volta, Dark MC, de Salvador, joga parte das suas vivências e questionamentos na faixa “Pretos no Topo”, um trap nervoso produzido na TDL (Estúdio Terror da Leste), mixado e masterizado por King Daka. O lyric video ficou nas mãos de Eric William, o som também tem a participação de Carter Jr (City Black).

“A faixa tem como principal tema o genocídio do povo negro, que acontece corriqueiramente e principalmente dentro das favelas. Nele abordo um assunto extremamente delicado, como por exemplo, o controle que a supremacia branca tem sobre tudo aquilo que ensinado nas escolas”, diz Dark, um dos MC’s mais questionadores da cena, fazendo o que mais sabe: soltar verdades em cima de um beat.

Voltado para a consciência social, característica dele, Dark diz que com o som pretende trazer a discussão diante da ótica de um negro da periferia brasileira.

“Somos tratados como burros de carga para as grandes obras, ainda vivemos em condições sub-humana, como nos presidio os corpos dos nossos irmãos ainda estão sendo encontrado em covas rasas. Não há tempo para brincadeira enquanto os negros não se conscientizarem e ajudar a si mesmos”, afirma.

Confira o som e escute você mesmo a metralhadora verbal baiana:

Trecho da Música
“Quero os preto no topo/  Quero os preto com troco /  E meu sonho é ver Temer com a cara colada no chão com vários pipoco / Desculpe a violência, seu moço / Mas não foi você  mesmo quem disse que bandido bom é bandido morto?”