Com produção de Christian Dactes, rapper Trevo lança a música ‘Love Sangue’

Na quinta-feira (19), saiu a música “Love Sangue“, do rapper Trevo, componente do coletivo Underismo. A mixagem e masterização foram feitas por Christian Dactes.

A música fala sobre um amor que de legal não tem nada, é um amor ilegal, que despreza a santidade dos deuses, dos animais felinos, e muito lembra a história de Oxum e Xangô que se passa dentro da mata. Para ele, inspirado na namorada, “a mata é o lugar mais próximo que temos daquilo que é natural, como o sexo. Natural, sem leis, instintivo, irracional“.

Nesta track, o rapper brinca, passando por cima de todas as coisas que nos parecem estáticas, e dá ênfase a tudo que é profano, já que somos humanos e quando estamos tomados pela luxúria, a racionalidade é a coisa que vem por último. Para ilustrar essa brincadeira, ele se utiliza do Deus Cronos, deus do tempo onde ele fala: “Muito pervertido esse cronos”. Cronos seria um deus que pararia tudo o que está fazendo para assistir aquela cena, assim como o tempo pararia.

Em love sangue, o que prevalece é o respeito a lei dos indivíduos, e não a lei dos homens tal qual conhecemos que nos priva de colocarmos para fora nosso instinto primitivo.

Com maestria, Trevo consegue fazer uma love song sem pudor, sem usar de termos machistas e depreciativos a mulher. É uma nova era pro rap brasileiro.

TRECHO DA MÚSICA "LOVE SANGUE" DE TREVO:

Me atrasei de novo, ela me xingô
Relação do tipo Oxum e Xangô,
Meu amô
Sexo na mata e se mata de sexo