Luis Cilho muda vulgo para ‘Símio’ e presenteia o rap com álbum novo

Depois de 5 anos de muito trabalho e estudo, Símio mostra seu novo álbum de 15 faixas inéditas, intitulado “Amanhã”.

Com um resumo postado em seu facebook, Luis Cilho explica: “A 8 anos atrás eu inventei de criar uma trilogia e fiz os dois EPs ‘Ontem’ e ‘Hoje’. Agora cheguei ao álbum que completa essa história maluca.

Durante toda minha carreira usei o nome artístico Luis ‘Cilho’, mas essa fase passou, Cilho sempre foi meu apelido e agora chegou a hora do SÍMIO“, conta Luis, “a ideia de Símio Sapiens vem para questionar os rumos que a evolução da humanidade vem trilhando, na minha visão não faz sentido destruir o natural para viver o artificial“, explica.

O álbum traz 15 músicas inéditas com variadas participações, nas rimas e nas produções, e já está nos principais serviços de streaming, como no Spotify.

Acompanhe o Símio no Facebook.

Capa

[su_spoiler title=”MÚSICAS” open=”yes” style=”simple” icon=”plus-circle”]

  1. Camomila (Prod Símio)
  2. Livre (Prod. Renato Rigon)
  3. Bala Perdida (Prod. Nave)
  4. Santa Pazciência (Oração)(Prod. Munhoz)
  5. Um Sorriso (Prod Símio)
  6. Numa Boa ft. Will Cafuso e Deejay Madruga (Prod. Nave)
  7. Capital (Prod. Dario)
  8. Jeitinho Brasileiro ft. Gusta Proença (Prod. Crises)
  9. Skit-Engana (Prod
  10. Carranca ft. Thomas Kossar (Prod. Butuca)
  11. Cara Chato ft. Jeff Bass (Vaza)(Prod. Hurakán)
  12. Hora do Relax ft. Luiz Porto – (Prod Símio)
  13. VC Ñ GOSTA DE MIM ft Bigorna, Cadelis e Thiago Pródigo – (Prod Símio)
  14. 2137 ft. Ant (Prod. Laudz)
  15. Atemporal (Prod. Jonas Pheer)

[/su_spoiler]