O Segundo Ato – Um paulista em um show arretado

Divide essa porra! Divide por inteiro, mas fica o papo, não vale atacar o meio, antes do refrão. E só assim, só com o “999” na mente, no bate cabeça, que vale a divisão, antes disso, nordeste, sudeste, sul, norte, centro-oeste, é Rap nacional, chega de Rap de quintal.

screenhunter_04-nov-30-16-50
Baco Exu do Blues e PrimeiraMente em São Paulo – Na Recayd Party (Foto por Cauê França)

Nordeste, não teste. Eu sou nascido em São Paulo, de família nordestina, como eu, a maioria desse estado também é, e é guerreiro de fé, não gela, acostumado com o Sol que torra o cacto ao lado do São Francisco, mas nem por isso quem não segue essa hierarquia tem mais ou menos meritocracia, somos todos brasileiros, respeitamos nosso povo e seguimos com essa dedicação pela arte do próximo, fazer por você é fácil, olhe para o lado.

Baco Exu do Blues e PrimeiraMente em São Paulo - Na Recayd Party
Baco Exu do Blues e PrimeiraMente em São Paulo – Na Recayd Party (Foto por Cauê França)

MC preferido de Baco, (segundo entrevista no Rap Box) Mano Brown já falou “em São Paulo, os nordestinos construíram a cidade e são tratados como cachorro“, isso em 2010, você acha que a cena ia mudar por um milagre? É rara a aparição da cultura nordestina no Sul do País, mas o contrário é comum. É fácil cobrar o Sem-Pernas de não ter seu sonho, não assumir seus compromissos e se jogar na vala, mas é difícil acolher o Professor e reconhecer sua arte.

Baco Exu do Blues e PrimeiraMente em São Paulo - Na Recayd Party
Baco Exu do Blues e PrimeiraMente em São Paulo – Na Recayd Party (Foto por Cauê França)

Kendrick em “Control” causou impacto, teve muito rapper falando que ele não era o rei, não podia dominar a coroa, tiveram respostas, é outra ideologia, outro lugar, outra causa, mas ainda é rap, música e entretenimento, qual a dificuldade de encarar assim? Como cultura, como algo que só acrescenta, só coloca novos nomes na cena e faz uma casa de show de São Paulo receber cantores do Nordeste e os idolatrarem.

Baco Exu do Blues e PrimeiraMente em São Paulo - Na Recayd Party
Baco Exu do Blues e PrimeiraMente em São Paulo – Na Recayd Party (Foto por Cauê França)

Não é futebol, não é Sport Recife contra São Paulo, é música, acrescenta, são referências que estavam enclausuradas por falta de espaço, mas que agora assumiram parte do controle do seu rap remoto e de forma remota uma batida de cabeça fez com que uma festa centralizada, perto da praça da República, na rua Rego Freitas, centro de São Paulo, lotasse para assistir um MC da Bahia. O mundo ia se arrepender, e a xenofobia ia ser disseminada, o espaço ia se abrir ao contrário, e o nordeste que ia encher uma casa de show no sudeste.

Baco Exu do Blues e PrimeiraMente em São Paulo - Na Recayd Party
Baco Exu do Blues e PrimeiraMente em São Paulo – Na Recayd Party (Foto por Cauê França)

Eu não ligo que você me odeie, que você leia o título dessa matéria e pense “mais uma vez falando disso“, eu não falei de diss até agora, falei do segundo ato, e de fato, esse contrato não foi assinado com o capeta, essa treta foi comprada e ganha em likes e notas de cem, os caras estão chegando, “999” passou o um milhão e Baco com 20 anos faz show pelo Brasil. Acredite, passou da garapa pra rapadura e agora é hora de encarar, que a porrada é bruta, e o Nordeste tem o seu lugar.

Assista ao vídeo da festa, gravado pela Take Over Filmes: