A coisa tá preta: Rincon Sapiência exalta a negritude e ressignifica expressão racista em novo clipe

No Dia da Abolição, (sexta-feira, 13 de maio), o rapper Rincon Sapiência lança o videoclipe do single inédito “A Coisa tá Preta”, faixa de seu tão aguardado primeiro álbum “Galanga Livre”, com lançamento previsto para o mês que vem.

Gravado na Cohab 1, na zona leste de São Paulo, e lançado em parceria com a VEVO, o clipe revela a essência da música ao exaltar a negritude e ao tratar uma expressão historicamente utilizada em tom pejorativo de maneira positiva. Em clima de festa, um time de dançarinos e figurantes cuidadosamente selecionado representa a diversidade da beleza negra no clipe, reforçando o ideal de que os negros também descendem de reis e rainhas africanos, uma constante nos trabalhos de Rincon Sapiência.

ScreenHunter_08 May. 13 14.13

Na faixa “A Coisa tá Preta”, Rincon busca ressignificar esta expressão idiomática que, junto a outros ditos populares, acaba por diminuir a autoestima do povo negro, carente de referências positivas relacionadas à cor de sua pele.

Quando penso por que sou tão apaixonado pela música RAP e pela cultura Hip Hop, lembro do impacto que os clipes de RAP tiveram pra mim. Comportamento, moda, música, quebradas, danças, tudo isso que eu via nos vídeos me representava, me faziam sentir acolhido e identificado. Em tempos onde se discute o peso da representatividade na cena RAP brasileira, espero trazer essa mesma sensação pra quem assistr ao meu trabalho.” conta Rincon Sapiência, em nota de lançamento.

[Veja também: Ouça e baixe o disco
“SP Gueto BR” (2014), do Rincon Sapiência]

Produzido pela Boia Fria Produções em parceria com a Porqueeu Filmes, o clipe teve direção de Luis Rodrigues e do próprio Rincon Sapiência, e contou com direção de fotografia e câmera da agência Na Lata.

Os figurinos elegantes, com roupas, acessórios e maquiagem, compõem um conjunto que remete, ao mesmo tempo, à ancestralidade e ao afrofuturismo. Somados à musicalidade e à dança, os elementos visuais expressam uma diversidade de cores e texturas que evidenciam o espírito do hit que promete tomar as pistas com orgulho e atitude negra.

A imersão do rapper no universo da música africana se destaca em seu trabalho no álbum “Galanga Livre”. Produzido pelo próprio rapper, o disco conta com coprodução e mixagem do experiente William Magalhães, (Banda Black Rio) e masterização de Arthur Joly.

O Rincon Sapiência está no Facebook / Twitter / Instagram

[su_spoiler title=”Ficha Técnica” open=”no” style=”simple” icon=”plus-circle”]

REALIZAÇÃO
Boia Fria Produções

DIREÇÃO
Luis Rodrigues
Rincon Sapiência

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA
Na Lata

PRODUTORA
Porqueeu Filmes

PRODUÇÃO DE VÍDEO
Gabriel Braga
Bruna Cicarello
Marcos Vitoriano

DIREÇÃO EXECUTIVA
Mariana Bergel

DIREÇÃO DE PRODUÇÃO
Paulo Cavalcante

PRODUÇÃO GERAL
Paula Klaus

PRODUÇÃO DE ELENCO
Larissa Fernandes

CÂMERA
Na Lata

OPERADOR DE RONIN
Thyago Ribeiro

DRONE
Gabriel Braga
Thyago Ribeiro

PÓS PRODUÇÃO
Porqueeu Filmes

MONTAGEM
Bruno Godoy

COLOR GRADING
Bruno Godoy

ASSISTENTE DE EDIÇÃO
Gabi Nakari

FOTOGRAFIA MAKING OFF
Angelo Lorenzetti

VIDEO MAKING OFF
Gustavo Aranda

MAQUIAGEM
Esthé Luz
Omar Bergea

FIGURINO
Hanna Saboia
Maria Janaína

AGRADECIMENTOS FIGURINO
ByMAIA
Boyrá Aso
Brechó Original Favela
Kombinado
Levi’s
OKAN
Uãny Brasil

FIGURAÇÃO
Anne Caroline
Aline Louise
Ana Paula Xongani
Birão Ramin
Di Xavi
Esthé Luz
Fernanda Gomes
Fhernanda Cristina
Flai Tanda
Hanna Saboia
Iris “quelacrioula”
Karina Oliveira
Ladyy Brown
Latifat Campbell
Luana Ferreira
Luz Ribeiro
Liz
Lys Ventura
Maiwsi Ayana
NG Coquinho
Nina Dy
Nérida Cocamáro
Rodrigo Trompaz
Saulo Dot
Silvania Souza
Thais Esteves
Upsla Fernandes
Vanessa Soares
Wagner Menezes

CATHERING
Claudia Carvalho
Guilherme Moreira

TRANSPORTE
Leonardo (J.C. Turismo)
Renato (J.C. Turismo)

AGRADECIMENTOS
Alexandre Keto
Buteco do Demy
Campo do Gema
Escola de Futebol Esfuco
Gustavo Tristão
Negritude F.C.

[/su_spoiler]