Priscilla Feniks expõe o genocídio da população negra no clipe “Só a Gente Sabe”

Cheia de atitude, Priscilla Feniks lançou nesta última quinta-feira (18) o clipe da música “Só a Gente Sabe”, que veio com direção de Zion Malik. O vídeo aborda fatores como o genocídio da população negra, injustiça social e o cotidiano nas periferias, trazendo em seus dois polos o amor e o ódio.

O clipe é, na verdade, um filme, e conta com várias participações do cenário Hip Hop, entre elas: Camila Kansas, Cintia Regina (Abaruanda), Dory de Oliveira, E-Beilli, Ericah Symmon e Viviane De Jesus. A produção ficou por conta do Studio 22 Filmes e, segundo Priscilla, existe uma crítica sobre os trabalhos das mulheres no Rap serem bons ou não. Em “Só a gente sabe”, ela veio pra mostrar e fazer questão de derrubar esse tabu — assista no topo.

Imagem reprodução clipe
Imagem reprodução clipe

Só a gente sabe várias histórias da periferia, tanta coisa acontece por aqui né? Tem os momentos felizes que a gente vivencia com os amigos, aquela cerveja, um som , são muitas histórias. Mas tem o lado ruim, o lado que a gente tenta acabar, tem muita mãe chorando a morte dos filhos, e a periferia é preta, se tem tanta gente preta morrendo só podemos dar o nome de genocídio… É preciso reavaliar isto“, disse Priscilla.