‘O Que Não Valia’, beat tape de B no Beat já está nas ruas!

Brenda Souza, mineira, nascida na cidade de Uberlândia. Sua história com a música começou aos 15 anos quando conheceu o canto.

Por um tempo acreditou que essa era a sua única forma de expressão dentro da arte. Mas Brenda não se sentia confortável somente cantando e então seguiu por outro caminho: a educação. Formada em Filosofia bacharel/licenciatura, aprendeu que educação também é arte; a arte de tocar o outro. Atualmente também faz parte do coletivo de produção de artes Bronxcorp.

Como a vida tem suas formas poderosas de mudança em 2019 acreditando ter tudo encaminhado, Brenda se depara com uma doença: a Esclerose múltipla, lesões cerebrais degenerativas que fez tudo mudar. 

“Eu perdi tudo que conhecia por vida, a vida se silenciou e eu vi todos os meus planos escorrendo pelos meus dedos sem poder pegar. Não é Disney mas o final foi muito melhor do que eu podia imaginar, eu fui “curada”, chame de milagre ou sorte, mas as lesões deram um jeito de sumir”

comenta a artista

Após sua cura, restou uma B sem saber o que fazer com a segunda chance. A artista lembra como foi louco pensar em recomeçar:

“Eu já não queria mais nada do que havia almejado porque precisava entender o por que fiquei aqui.”

Na mesma época B teve uma profundidade maior com os beats, na fase que nada mais fazia sentido. 

“Minhas palavras me sufocavam, eu tinha tanto pra falar mas não conseguia, eu estava transbordando e cada sequência de kick acertado era um alívio ao meu coração, os beats são minhas palavras não ditas, são a cura diária para as coisas que transbordam de mim”

Se reinventar diariamente é um processo árduo assim como a construção de um beat, pode ser que seja por isso o amor tão forte pelas batidas, B se redescobre em cada uma delas. O beat fala!

Suas inspirações e referências são exatamente o mundo e tudo que consegue a tocar, os detalhes a despertam e ascendem a sua alma, vivências sejam elas com quem for são também sua maior inspiração. Gosta de recordar quando seu avô paterno largou tudo durante alguns anos na tentativa de viver um sonho: viver da arte, onde se afirma com toda certeza ser sua primeira referência.

ÁLBUM

No último dia 25 de Abril de 2021, a beatmaker de Minas Gerais, B No Beat, lançou sua terceira beat tape, chamada ‘O Que Não Valia’. 

Composta por seis faixas, a beat tape vem após um hiato de seis meses de estudos, experimentos e testes, essenciais para a criação e formatação desse novo trabalho. 

Com uma estética formada, predominantemente, pelo boom bap, “O Que Não Valia” apresenta batidas extremamente originais e timbres que, a todo momento, conversam com o ouvinte. B No Beat abre o novo trabalho com um texto autoral, onde ela expressa um pouco de suas reflexões e sentimentos despertos pelo atual momento em que vivemos: ‘A morte do que não servia é o nascimento da esperança como grito de sobrevivência. A resistência sempre nos leva a começar de novo’. 

Quem assina a arte da capa é a artista visual @rusbedi. Todas as faixas foram mixadas e masterizadas por @b.o.xbeats.

O Que Não Valia está disponível em todas as plataformas digitais. Confira: