O Hip Hop na gringa reage à eleição de Donald Trump

Quase todos os rappers nos EUA disseram que votariam em Hillary Clinton ou se abstiveram. Então não é nenhuma surpresa que a comunidade hip hop tenha quase unanimemente condenado a eleição de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos.

Uma amostra de tweets e postagens no Instagram de rappres como The Game, Chance The Rapper, Yo Gotti, Lil Bibby, Remy Ma, Snoop Dogg, Jeezy, Chuck D e T.I, revelam uma gama de emoções em relação à vitória de Trump. Da confusão à descrença, do humor ao desgosto.

[su_spoiler title=”ALGUNS POSICIONAMENTOS” open=”yes” style=”simple” icon=”plus-circle”]

Mood: SMH…… America just became AmeriKKKa again….. #Rewind #FuckDonaldTrump

Uma foto publicada por The Game (@losangelesconfidential) em

💯‼️

Uma foto publicada por Lil Bibby (@lilbibby_) em

[/su_spoiler]

“Eu estava errado. Pensei que a América não poderia me decepcionar mais do que já tinha. Mas eu estava errado. RIP América“, disse Talib Kweli.

Tomara que o discurso de revolta e repúdio à eleição de Trump não fique só nas redes sociais, e que surgiam músicas como “Campaign Speech” do Eminem e a clássica “Fight The Power” do Public Enemy.