Mano Brown, Fioti, Don L, Diomedes e Emicida prestam solidariedade à Lula e família

A ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva morreu nesta sexta-feira (3) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. A mulher do ex-presidente Lula tinha 66 anos. Dona Marisa estava internada desde o dia 24 de janeiro, depois de ter sofrido um acidente vascular cerebral hemorrágico provocado pelo rompimento de um aneurisma.

Alguns mc’s de grande notoriedade na cena se pronunciaram sobre o trágico acontecimento prestando condolências ao ex-presidente e sua família — Lula e Marisa estavam juntos há mais de quarenta anos e tiveram 3 filhos.

Nesta manhã, através do Instagram, o Mano Brown lembrou que Lula foi um dos primeiros a o contatar e expressar palavras de apoio quando sua mãe faleceu, no ano passado. “Quando perdi minha mãe o Sr foi um dos primeiros a me ligar e suas palavras de conforto foram como uma homenagem a ela ! Receba meu abraço forte e sincero nesse momento ! Fica forte precisamos de você. Meu Presidente!“, disse.

Fioti, desejou força a Lula e for afirmativo: “Força Presidente, nós sabemos os verdadeiros culpados por essa crueldade. Dona Marisa Leticia acaba de falecer as 18:57.Só consigo desejar muita força para o senhor e sua família resistir a mais essa grande perda… Todo carinho, força, e amor nesse momento“.

Don L, através do seu perfil no Facebook, foi solidário: “Meus sentimentos ao nosso ex-presidente por sua perda. Espero que supere tudo isso para ser nosso vice-presidente em 2018“.

Diomedes Chinaski, através de seu perfil no Facebook, utilizou a hastag #Lula2018 disparando: “Descanse em Paz, Dona Marisa. #LULA2018 e pau no cú dos reaça.

E Emicida, através de sua página oficial no Facebook, postou uma imagem antiga de Lula e Marisa (na capa) com a legenda: “Se não conseguir demonstrar o minimo de compaixão nesse momento e vier falar asneira aqui vai ser excluído e bloqueado mesmo. #ubuntu“.

Os órgãos de Marisa serão todos doados, Lula e sua família autorizaram o procedimento de doação após constatação de “ausência de fluxo cerebral”. Em post no Facebook, o ex-presidente agradeceu as “manifestações de carinho e solidariedade”.