Madyer e Zabot: A difícil escolha entre rimas e musa ganha parte II

O início de fevereiro foi marcado pelo primeiro lançamento de 2017 do Rapper Madyer Fraga em parceria, mais uma vez, com o também rapper Zabot. A faixa “Em Cada Esquina” retrata o “conturbado relacionamento entre poeta e musa”, dito pelo próprio MC.

https://www.youtube.com/watch?v=29cLN7uE5RY

O som traz a tona o conflito entre duas paixões: a música versus estar com quem se ama. Assim como na track pretérita, o sujeito-músico se perde no alucinante mundo do processo criativo que, por vezes, é interrompido pelas lembranças boas de quando ele esta com sua musa.

No final, a vida de letras, acordes e notas prevalece, mas o poeta esconde em seu intimo a esperança de que sua diva tenha paciência com seu jeito atrapalhado e avesso a prazos.

Viver sem amar é caro “esse é o preço que quero pagar”, dizem os rappers. O sonho de finalizar o CD posterga o de ter um final romântico — E tu, escolherias qual?! Escuta o som e deixa a imaginação te levar.

A captação, mixagem e masterização do single foram realizadas no Estúdio Gueto Anonimato. Quem assina o instrumental é FGRH e a arte visual ficou por conta da Trinca Records.

Confira “Em Cada Esquina” parte I:

Esta matéria foi escrita por Mitcheia Guma em um Collab com a Colunista que assina.

Trecho da musica
Em cada esquina/ A natureza masculina/ Me crucifica […] Olhei, pensei/ É caro não querer amar/ Ouvi, refleti/ Esse é o preço que eu quero pagar