BFN e Facção Central pedem a saída de Michel Temer em novo single

“Vivemos em um pais afogado em corrupção e escândalos envolvendo nossos governantes. E nós, do grupo BFN, somos o rap, o rap ė a voz da periferia, dos excluídos e a música tem poder, tem força! E em nome do povo brasileiro viemos demostrar nosso repudio através da arte, e nossa indignação perante esse governo que esta destruindo o nosso pais. Queremos viver em paz, trabalhar, estudar, ter acesso a saúde e educação…nós só queremos viver dignamente!”

São as palavras da BANCA FORTE DA NORTE, um dos grupos mais antigos da cidade de Porto Alegre (RS). Não fugindo a sua essência e lembrando sempre qual é o verdadeiro propósito da cultura, o grupo lançou na noite de quarta-feira (31/05), a track que dá também uma aula de história do atual contexto do país.

Com participação do Facção Central, grupo que também tem em suas linhas a originalidade do hip hop, Tiry, Boka, Hantaru e Nego Báya, que além de MC’s, atuam fortemente como ativistas sociais, trazem nas rimas pesadas de “Fora Temer” a realidade da negligencia hospitalar, os problemas criados por políticos ligados a igrejas, falta de investimentos na edução, manipulação da mídia e ainda narra o caos da alimentação, relatando diversos momentos de tudo que estamos vivendo, e lembra: “O rap é resposta, repuxo e ressaca!” É uma baita track, principalmente pra quem não esta entendendo o contexto politico. BFN, mais uma vez fazendo jus ao verdadeiro papel do rap.

Trecho da Música:
“Sem máscara na cara ou coquetel molotov / O povo se revoltou e o sistema esta em choque / […] Luto contra o mal, vamô meu Brasil!/ Sem opressão, mais amor e sem guerra civil”