Fleezus e a cena do grime no Brasil

Parece que o estilo londrino, conhecido como “grime”, finalmente aterrissou em terras brasileiras e um dos principais responsáveis por isso é o rapper Fleezus de São Paulo. 

O grime surgiu em Londres no início dos anos 2000 como um gênero derivado do UK garage com fortes características do Dubstep e do Drum n’ Bass misturado com o rap. A diferença do grime está no BPM que passeia pela casa dos 140, sempre utilizando batidas de 2 tempos onde os MC’s fogem dos 16 compassos convencionais do rap e utilizam apenas 8 em seus versos.

Foto: @felp011

Essa vertente vem crescendo cada dia mais e lá fora possui alguns representantes como Skepta, Stormzy, Section Boyz entre outros. No Brasil temos como exemplo os sons do Vandal e algumas coisas do Febém, porém ainda não se tornou uma vertente consolidada em território nacional e é com essa proposta que o Fleezus vem trabalhando ultimamente.

Após uma passagem pela Recayd, ele agora aposta na carreira solo de forma independente e em parceria com o produtor Li-o vem construindo um trabalho totalmente voltado ao grime e com o objetivo de disseminar ainda mais o gênero na cena nacional. Li-o por outro lado, já trabalhou com alguns nomes como KK Ousado no hit “1NOJO” e vem se mostrando um produtor versátil e pioneiro no cenário nacional ao explorar os ritmos como o “sauce” e o próprio grime.

Foto: @felp011

No clipe “BRASILREALGRIME” dirigido pelo @yollstillnevaknow vemos um visual retrô, que segue o conceito desde a fotografia, enquadramento, coloração e vai até o figurino utilizado pela rapaziada.

Fazem parte do figurino camisas de time como a do Parma de 2002, época em que jogavam juntos Taffarel e Cannavaro e do Juventus de 1996 quando jogavam Sorin, Del Piero e Zidane era recém chegado ao clube. Também compoem o kit o Air Max 95, Air Max Plus e Sock Dart e um Adidas Ultra Boost, além dos Dad Hat’s da Palace.

Foto: @felp011

Logo após esse trabalho, ele lançou o single “Calmo” com produção do Sants e “12 molas” com produção do Li-o. Essa onda do grime chegou até Curitiba  também, com a rapaziada da LowClique que recentemente lançou “Trem” do Seithén e “Tracksuit” do Pimpo$o, ambas com fortes características do grime.

Nesse domingo (16) o Fleezus e o Li-o desembarcam em Curitiba para apresentação única na 13ª edição da Banguê, um evento de hip-hop gratuito que engloba todos os elementos da cultura e mais alguns adendos como rodas de conversa e arrecadações para projetos sociais.

O evento tem entrada gratuita e vai acontecer a partir das 14 horas desse domingo (16) no Palácio dos Estudantes que fica na Rua João Manoel, nº 142 no bairro São Francisco em Curitiba e ainda vai rolar batalha de tag valendo uns kits pesado da ÖUS, mostra de dança, live painting de graffiti, bazar e exposição de artes, além dos Dj’s Baqueta e França.