Esses são alguns dos refrões que grudam na cabeça

Aquele refrão não sai da minha cabeça, mano!

Com certeza você já disse essa frase, certo? Então, tem artista que acerta, que é muito feliz na hora de criar um refrão que te faz querer curtir o som toda hora, o tempo todo. Seja uma bela melodia, ou um jogo de palavras bem bolado, até um simples grito com o nome da música. Um bom refrão é parte fundamental para um clássico.

Existem refrões que se tornaram hinos, como “É o Moio” do Pentágono, “Se Tu Lutas, Tu Conquistas” do SNJ, “Rap é Compromisso” do inigualável Sabotage. E eu acredito que daqui uns anos os refrões de “Mandume” do Emicida e “Rude Bwoy” do Amiri também terão esse status.

https://www.youtube.com/watch?v=UvNkvoB4Ums

Fala aí se não bate uma vontade de se matricular numa aula de canto só para aprender a cantar bem o refrão, muito bem cantado por Izabell Shamylla, na linda “Depois das 3” do Don L, ou “Ao Menos Uma Vez” do Realidade Cruel. Talvez o melhor dos back vocais já feitos no Rap seja o de “Thats My Way” por Seu Jorge.

Quem nunca se flagrou cantando o refrão de “O 5º Vigia” do Ndee Naldinho, ou de “Muita Treta” do APC 16?! Você pode chegar em qualquer lugar do Brasil e falar com alguém que nunca ouviu falar em Rap, mas se você cantar “Us mano pow…” automaticamente vão completar com “…as mina pá”. Se lá na gringa cantaram com James BrownI’m black and i’m proud“, por aqui cantamos com Rappin HoodSou Negrão“.

Se liga na nossa playlist