Diomedes Chinaski inicia 2017 com o inspirador e reluzente clipe ‘Ouro (Versão Divina)’

Hoje, 4 de Janeiro, é uma data especial para Diomedes Chinaski, que completa 25 voltas em torno do sol, e, além disso, o excelente álbum “O Aprendiz” completou 1 ano há alguns dias — este que precedeu “Ouroboros“, lançado em março de 2016.

E depois de participar do RND Freeverse em dezembro, Diomedes abre 2017 da forma mais iluminada possível, com o clipe para a “versão divina” da música “Ouro” — faixa um do “O Aprendiz” que ganhou uma nova versão inspiradora com produção do Mazili e uma guitarra “imoral” do Moral, membro da Chave Mestra.

Gavado na hora de ouro — termo utilizado para definir a técnica fotográfica de gravar no crepúsculo do dia — no estonteante litoral Pernambucano e seus monumentos que parecem de outro século, o clipe tem direção impecável do Rostand Costa.

Lançada através do selo PE Squad, “Ouro (Versão Divina)” foi mixada e masterizada por JJ Slim. O single da inicio a uma série de lançamentos que vão preceder o novo álbum do rapper pernambucano, chamado “Iluminuras“, que já teve a faixa titulo apresentada no Rap Box.

Trecho da música
Emoções se dissolvem, penso no que fiz
Espero que perdoe um jovem aprendiz
A guerra tenta explicar o que só o amor diz
Minha dor foi machucar a minha flor de lis
Alguma coisa em seu olhar morreu
Mas lembre, que o melhor presente Deus nos deu