Com Batida Forte e Letra Suja, Levi Lança ‘Éliphas Lévi’

Com a produção musical por conta de Fillpe Beatz, “Éliphas Lévi” é o marco inicial de uma escrita baseada em um alter ego, (com um nome ainda não definido) com letras mais “sujeira”, trazendo em cada verso um pouco de agressividade, raiva e um toque de ocultismo.

O estudo do ocultismo foi algo que possibilitou a Levi inúmeras alusões e diversas referências, desse modo, trazendo essa questão do ocultismo como uma metáfora, tanto sobre o fato de estar parcialmente oculto da cena do rap, quanto o lado oculto, o lado que poucas pessoas conhecem.

Esse som também inicia um projeto que tem como propósito lançar três faixas, nas quais o tema a ser trabalhado é a ascensão de um rei, e “Éliphas Lévi” é o primeiro episódio dessa saga.