Coletivo Gravina DasMina anuncia edital para captação de 5 intérpretes da região Sul do Brasil.

O projeto Gravina DasMina anuncia a abertura de um novo edital de processo seletivo simplificado que tem por objetivo preencher 5 vagas de intérpretes brasileiras que obrigatoriamente residam no estado do Rio Grande do Sul, destinadas a mulheres cis, trans, binárias e nāo binárias. As inscrições serão aceitas apenas no período de 10/03 a 10/04.

O uso dos mecanismos digitais durante o isolamento social mostraram que é possível trabalhar a distância e realizar uma série de atividades que antes exigiam presença física. Baseado nisso, o projeto visa realizar conexões e intercâmbios entre artistas brasileiras, separadas geograficamente, mas capazes de se unir através de tecnologias que tenham a disposição, possibilitando também que novas artistas, com menos visibilidade e condições financeiras tenham a oportunidade de trabalhar com nomes já conhecidos da produção musical nacional. 

Unindo o nordeste futurista, R&B, Trap e Boom Bap em um EP de 5 faixas, Gravina DasMina consiste na produção remota de um experimento futurista, entre 5 produtoras/beatmakers convidadas e 5 intérpretes selecionadas neste edital, o qual estamos anunciando em primeira mão pelo RND. 

Serão selecionadas 5 intérpretes através de edital, para trabalharem com produtoras convidadas de diferentes estilos, sendo elas Ashira (Tasha e Tracie), Evehive (Dollar Euro Remix – Tássia Reis, Vogue), Saskia, Luana Flores e Badsista

Dado início ao projeto, ocorrerão duas oficinas de home studio para orientar as intérpretes/cantoras/MCs para as gravações, estimulando a autonomia das mesmas durante suas produções. Após a escolha das duplas que trabalharão em cada faixa, será enviado equipamento de gravação e filmagem para a residência das intérpretes. A intenção é que tenham todo suporte para a produção e também a fim de documentar os processos criativos que serão inseridos em um mini doc ao final do projeto. Os equipamentos serão enviados através de serviços de entrega, higienizados e com manual de instruções para uso. 

Os instrumentais serão enviados pelas produtoras/beatmakers virtualmente. O EP terá mixagem e masterização assinadas por Malka, que é responsável por alguns trabalhos de MC Tha. Além disso, as artistas irão registrar seus processos criativos em uma sessão, performando cada faixa para a montagem do mini doc mencionado. No encerramento, o projeto irá realizar uma live via Twitch, com o lançamento do Mini Doc, do EP e DJ sets de três DJs convidadas. As live sessions serão publicadas posteriormente no IGTV do coletivo e YouTube. 

O EP será disponibilizado através das plataformas de streamings e a data para tal será definida ao decorrer do ano de 2022, com previsão para o mês de agosto.

As inscrições poderão ser feitas através do link: https://docs.google.com/forms/d/1ZS5buoD9N6Ifcp4WcKLQrfI5GoIdNxQ5_ZHCfdy1–k/edit?usp=drive_web.

Para mais informações basta acessar as redes sociais do projeto: @dasminaprodutora