Com interpretes de Libras, o novo clipe do Black Alien foi feito para toda família, assista

O Black Alien divulgou seu novo clipe nesta noite de terça-feira (8), “Homem de Família” chegou com direção de Lecuk Ishida, que explorou os gestos da língua de sinal brasileira, Libras, para montar um áudio-visual acessível para deficientes visuais de uma forma super criativa e inovadora.

Enquanto o clipe tem uma montagem particular com neons e evidência na Libras, a música mostra a visão de um avô sobre questões familiares. Em entrevista para o UOL, Black Alien explicou o sentido da música: “Ela é uma projeção do que eu quero ser. Porque eu sou pai e ainda não sou avô. Eu não conheci meu avô materno e o outro faleceu quando eu tinha quase 2 anos, então sinto falta disso“.

O vídeo evidencia o que Black Alien vem propondo em seus shows pelo BR, quando, em abril, contratou Fabiano Gold —que aparece no vídeo junto a Diogo Martis— para traduzir seu show para deficientes auditivos.

Imagem corte reprodução clipe
Imagem corte reprodução clipe

Voltando ao clipe, o diretor Lecuk Ishida destacou um ponto interessante na montagem do visual, sobre como a dança/ritmo teria que ser compatível com os gestos da Libras:

— O nosso maior desafio foi criar uma nova forma de trabalhar. Geralmente, quando a pessoa precisa dançar no clipe, a gente solta um playback para que ela dance ou faça uma coreografia no ritmo. Com Bruno Canuto Silva, que é deficiente auditivo, a estratégia tinha que ser outra e foi uma experiência incrível desenvolver essa nova dinâmica de edição e montagem.

O som integra o disco “Babylon by Gus Vol II: No Princípio Era o Verbo“, lançado pelo Mr. Niterói Mc’s em 2015. Assista o clipe no topo.

Trecho da música
É bem legal judô e xadrez
Pra se manter bem longe, do “quem sabe” e do “talvez”
Letras pro caçula, aquela foi minha melhor
Melodia pras pequenas, a do meio em sol maior