As 24 horas finais de Tupac Shakur

No dia 6 de setembro de 1996 seriam as ultimas 24 horas do lendário Tupac Amaru Shakur. Em Los Angeles (Califórnia), às 23h30, Tupac saiu do seu estúdio, onde tinha acabado de gravar seu ultimo videoclipe. Depois de seis anos de sucesso e emplacando singles, ele alcançava uma fama que causava inveja em outros rappers, mas isso tudo teria um fim brutal.

Após dirigir até a mansão de Calabasas, um bairro rico de Los Angeles, Tupac se vê cansado e vai dormir durante algumas horas. Pela manhã, sua prima Jamala Lesane se lembra da viagem para Las Vegas – como os dois faziam aniversário no mesmo mês, ele queria comemorar lá. Iriam viajar para prestigiar a luta de boxe do seu amigo Mike Tyson e fazer uma apresentação numa boate local.

Apesar de tudo, segundo amigos, Tupac não queria ir, não estava empolgado com a viagens devido a problemas familiares, mas, mesmo assim, viajou e seria sua ultima viagem. Cinco anos antes, Tupac construiu um carreira baseada nas verdades ditas das ruas, assim, atraindo a todos, até mesmo jovens das classes mais altas, pois ele “se comunicava com a alma” e isso, no mundo do hip-hop custou caro, pois trazia inveja e inimigos.

No dia 7 de setembro de 1996, às 15h, Tupac chegava em Nevada, Las Vegas. Ele deixou a namorada e a prima no hotel e esperou pela luta de boxe no cassino com seu segurança, Frank Alexander. Nas apostas, Tupac também era muito bom – acumulou 10 mil dólares. A convite de Suge Knight,todos foram para a tão aguarda luta entre Mike Tyson x Bruce Seldon.

Tupac insistiu para que a namorada e sua prima ficassem no hotel, acreditava que a festa era só para homens. Com elas em segurança, ele foi para a MGM, onde aconteceria a luta. Lá já havia uma multidão esperando por ele, mas seus seguranças estavam em alerta, pois com seu ultimo lançamento, ele tinha causado revolta dentro do mundo do hip-hop e assim, trouxe mais inimigos a sua volta – como a rivalidade West Side x East Side.

Às 20h35, Tupac e comitiva saiam do MGM, onde viram Tyson pulverizar seu ”inimigo” em menos de 2 minutos. Nos bastidores, todos perceberam o quanto ele estava emocionado por conta da luta e chegou a comentar: “Cara, foram 50 golpes. Ele nocauteou o cara com 50 golpes”.

Quando um grupo entrou no grande salão do MGM Gran,um dos funcionários da Death Row, correu até Tupac e falou algo em sua orelha direita. Travor disse que tinha visto o homem que o assaltou algumas semanas antes, então, ele corre até o suposto suspeito e ainda empolgado pela luta, o acerta com dois socos, levando o adversário ao chão. Em seguida, a comitiva da Death Row se une no surto de violência, mas o segurança de Pac o afastou da confusão.

Após a confusão, a comitiva do rapper, junto a ele, retornou para o hotel, tinham a apresentação na casa de show local e, em menos de três horas, será o fim da lenda. Antes da saída, ele teve momentos de descontração com a namorada e prima, contando sobre a luta de Tyson e relatou sobre a briga que se envolveu, mas sem entrar em detalhes. Tupac se recusou a usar o colete a prova de balas, antes da saída do hotel, pois estava muito quente. Todos partem para uma mansão que pertencia a Suge Knigth.

Já na mansão, Suge e Tupac some durante um tempo fazendo todos esperar. Após meia hora de espera e com todos prontos para irem ao clube 662, Tupac fez um pedido inusitado ao segurança, falando para ir no outro carro dirigindo.

Tupac no cassino

Ele não vivia um momento fácil, pois tinha sido preso, sofrido um atentado dois anos antes e sua carga de inimigos aumentava a cada dia, então, era difícil dizer quem era realmente seus amigos.

Ao caminho do clube juntamente com Suge, ele não imaginava que um dos seus inimigos iria atacá-lo de forma brutal, então, chegando na rua Flamingo eles viraram a direita e pararam no sinal da Koval. De repente, um carro branco se aproxima do carro onde ele estava e alguém estica o braço disparando contra o carro deixando-o cravejado de balas, onde quatro dessas balas acertam Tupac e uma acerta Suge de raspão na cabeça.

Frank Alexander corre até o carro achando que Pac está morto, enquanto o carro branco se afasta, o carro de Suge segue em direção contraria, mas muito alvejado, não vai longe e, às 23h37 da noite, em Las Vegas, ele é levado às pressas para o hospital, pois está gravemente ferido, tendo um pulmão perfurado.

Cena do crime

Submetido a duas cirurgias de emergências, o pulmão direito é removido para conter a hemorragia interna e Tupac entra num coma induzido do qual não iria acordar.

Após seis dias em coma e com sua família toda reunida, onde todos acreditavam que ele era indestrutível, infelizmente, o rapper veio a óbito com apenas 25 anos de idade, no dia 13 de setembro de 1996. Deixou fãs de todo o mundo órfãos de sua rebeldia e poder de conquista inigualável, trazendo assim, uma onda de terror e retaliação nas ruas de Los Angeles – durante 10 longos dias ocorreram 12 tiroteios, com três mortos e 22 dois detidos.

Depois de morto ele fica ainda com mais popularidade, atingindo o lugar de artista de rap com maior vendagem de todos os tempos. E até o hoje em dia o assassino não foi totalmente resolvido.

“Nós perdemos um grande homem, um ativista, um poeta, um rappper, um irmão, um amigo… Ele era genial, era sim!”

Jamala Lesane – Prima de Tupac