Arte de capa por @_fotay (Ayeska)

Amor e pluggz: Fiteck une rimas sussuradas com melodias viciantes no EP A.S.M.R

Salvador é a cidade. Fiteck é o artista.

Na última quinta-feira (10), foi lançado “A.S.M.R” e em cima de uma estética particular Fiteck uniu o seu estilo de voz sussurrado (que caracteriza o nome do EP) com flows melódicos para criar tracks viciantes.

Valorizando o cenário underground, o projeto conta com a produção dos beatmakers Young Hades e Madashawtyy, e uma participação de Luíza de Alexandre na track “Quando Ela Passa“. A assessoria e co-produção executiva é de Aíla Oliveira.

Foto: @loboguara.prod

“Eu explano vivências e reflexões sobre amor, confiança e relações casuais, além de apontar para uma maneira diferente de rimar, a técnica que nomeia o novo trabalho, A.S.M.R, caracterizada por uma estética de voz que soa sussurrada e calma. O projeto foi pensado para o lado estético das letras, beats, formas de cantar e no visual”, conta Fiteck.

A produtora independente Lobo Guará compõe assim a identidade visual do EP que foi gravado nos estúdios Toca do Urso e Cassio_NH.