Arte por: Isadora Sarno (@solempeixes)

Wall Cardozo e 16 Beats fecham parceria cobiçada com o single ‘Bagulhão’

Cotidiano, favela, realidade, acidez e um milhão de ideias em pouco mais de 4 minutos de música. Esse é ‘Bagulhão‘, novo lançamento dos rappers soteropolitanos Wall Cardozo e 16 Beats. Cada um aproveitou o momento de suas carreiras para concretizar a parceria que era desejada pelos artistas há mais de cinco anos.

Com beat de Calibre, Bagulhão já está disponível em todas as plataformas e ganhou um videoclipe na última sexta (12). A mixagem e masterização da música, além da produção e edição do clipe são assinadas por Wall, que recentemente adicionou o sobrenome “Cardozo” ao seu nome artístico.

“Era algo que já queria há um tempo. Admiro o trabalho de 16 Beats e aproveitei o momento para fazer esse som. Foi tudo muito orgânico. Eu tinha pensado de primeira em fazermos um bate-volta, como se fosse uma conversa, mas Dizza já me mandou a parte dele toda de uma vez e aí a gente mudou. Eu gostei muito do resultado”, conta Wall, que teve seu primeiro EP, EHLO (2020), escolhido como um dos cinco melhores discos da Bahia em 2020, em tradicional votação realizada pelo site especializado El Cabong.

Wall Cardozo lançou o EP EHLO em 2020 (Foto: Reprodução Instagram)

Produzindo o seu segundo álbum, “Dizza Baby“, 16 Beats diz que a recíproca é verdadeira e já sondava Wall Cardozo desde os tempos do antigo WWL RAP, grupo de entrada de Wall na música. Durante a pandemia, 16 Beats conta que tem aproveitado para experimentar, rever, tentar, acertar e errar em seus projetos.

16 avalia que Bagulhão é uma música que vai além do beat, é carregada de versos que contam vivências reais tanto dele quanto de Wall e que isso é o que tem guiado o seu trabalho.

16 Beats aka Dizza (Foto: Reprodução)

O clipe de “Bagulhão” simula uma irreverente videochamada entre os dois artistas. Gravado na casa de 16 Beats, em Pernambués, Salvador, o registro audiovisual do single faz sua estreia nessa sexta (12), no canal de Wall Cardozo, no YouTube.

Lembrando que você pode conferir “Bagulhão” sem moderação em todas as plataformas digitais.