Verso Rude lança som pra lá de romântico. Confira “Netflix”

Criado em 2014 por JV e Neph, em Rio Claro, interior do Rio de Janeiro, o grupo Verso Rude é uma das grandes apostas para 2021. O grupo que começou a colocar os trabalhos na pistas em 2015 com o lançamento de “Eu sou o Problema“, chegando a entrar no nosso top 60 discos daquele ano.

Em 2016 o grupo lançou a faixa “Amor Platônico“, que ultrapassou as 60 mil visualizações, abrindo muitas portas na cena, inclusive para a mixtape do ano seguinte, chamada de “Art&Fato“, que conta com a participação de grandes nomes da cena, como Predella, JXNXS, e diversos outros artistas.

Depois de dar um tempo por problemas pessoais, o grupo voltou a ativa em 2020, mas com a pandemia, muita gente foi prejudicada, e os artistas independentes fazem parte disso. Mesmo assim, o grupo lançou a faixa “Eu Só Lamento“, a mais visualizada até hoje, passando de 100 mil visualizações.

Em 2020 ainda, o Verso Rude chegou a lançar dois video clipes, as faixas “Laudela” e ““. O que foi uma pausa forçada acabou virando algo benéfico, pois agora o grupo voltou com os dois pés na porta, prometendo muita coisa boa para o público, principalmente nos love songs que marcam a trajetória deles até aqui.

E foi assim que 2021 chegou, o primeiro lançamento do grupo já é algo de tirar fôlego e despertar ainda mais o lado dos apaixonados. Afinal, quem nunca usou a desculpa “vamos ver um Netflix?” só para passar um tempo com a pessoa que ama?

Com essa temática, Verso Rude apresenta a faixa “Netflix“, cheia de romantismo, tocando os corações e esbanjando muito flow, melodias originais e versos pesados. Isso sem contar toda a temática do vídeo clipe que foi muito bem produzido e elaborado, como se fosse a abertura de uma série nova.

A faixa conta com instrumental de WabeGravação, mix e master de Covil (Vosso Boy JV e Bely Beats), direção e edição de Vosso Boy JVFotografia e Hugo Francisco, e apoio de Anne Faustino e Débora Andrade.

Confira o lançamento desse love song que está lindo em todos os detalhes: