Foto: Rei Lacoste

Subjetividade e metáforas protagonizam o clipe “Esfera de Dyson” de Mateus Moreira

O clipe “Esfera de Dyson“, do single do rapper baiano Mateus Moreira, foi lançado na última quarta-feira (27) no YouTube. O audiovisual evidencia uma visão subjetiva de liberdade, a comparando com a imensidão do céu e do mar. 

O artista aborda através deste lançamento um pouco da sua visão de mundo e do que acontece na cidade soteropolitana, resultando em uma estética nostálgica e como um observador do meio urbano e da natureza de forma introspectiva.

A produção musical ficou por conta do próprio artista, que utilizou versos mais livres e poéticos para compor a narrativa, além de um estilo diferente, no qual rima diretamente no instrumental, sem bateria.

Sobre a composição da letra e o conceito visual do clipe, o rapper explica:

O mar e o céu são duas imensidões da natureza que interagem com nosso ser o tempo todo e sempre dão o ar de liberdade. O mar da cidade de Salcity – Salvador – espelha o céu. Trago através dessa composição tópicos relacionados à fé, combates, elementos da natureza e vivências pessoais. A permanência e a fugacidade de observar e lidar com a vida”.

MM

A produção foi roteirizada por Mateus Moreira e dirigida por Lorena Reis.