“Sou uma mulher preta que luta pela arte de qualquer forma”

Capitu, OG, OGCapitu ou Original Gostosa tem 22 anos e é cria da Pedreira Prado Lopes, região noroeste da cidade de Belo Horizonte. Com berço artístico e musical de herança paterna, Capitu teve vivência natural participando de ensaios e de gravações que seu pai participava, enquanto era vocalista de uma igreja. 

Na igreja, a artista moldou desde muito nova seus passos culturais que resultaram em todo sucesso e o talento atual. Projetos na mesma igreja puxaram para o Hip Hop. Depois do contato com a cultura, ela entrou no grafitti e depois dançou break por 5 anos. 

Desde pequena já ligada com a literatura, começou a compor letras em oficinas de rap até escrever poemas para recitar no Slam Clube da Luta, o primeiro poetry slam do estado de Minas Gerais. Nesse espaço, Capitu pôde demonstrar como toda sua trajetória e seu amor pela literatura influenciou em suas escritas.

Já inserida no meio cultural da cidade, Capitu começou a escrever seus sons em cima de beats do Youtube e em 2017, a ‘Pocas Ideia’ saiu em parceria com a produtora Gato Preto

“Não rotule minhas preta, elas tão avançando. Tomando o topo de assalto, seguindo trampando, enquanto esses macho só fica falando…”

Pocas Ideia, OGCapitu
BELO HORIZONTE

Nos últimos anos, a capital mineira tem se destacado com mais intensidade nacionalmente. Era óbvio. Em um lugar onde a qualidade cultural vive em cada estilo musical, não poderia ser diferente no rap onde sempre teve nomes importantes. 

Capitu vê a cultura belo-horizontina com muita diversidade e declara a felicidade em ver o funk de BH tendo a relevância merecida, mas ainda falta muito para artistas locais viverem e se sustentarem da sua própria arte.

Com pouca idade mas muita experiência, Capitu tem 6 anos de carreira e ainda se sente como se estivesse iniciando sua jornada. Mesmo cansada, se sente esperançosa

2022 é um ano de sucesso e vitória. Capitu anuncia que em março vai ter lançamento da faixa ‘Ashanti‘, um EP pensado para estrear até julho, e no fim do ano lançar um álbum

“Sou uma mulher preta que luta pela arte de qualquer forma”

OGCpitu
CENA 2K22

OGCapitu estará em um dos maiores festivais de Rap da América Latina! Nessa semana saiu a line do evento e a artista integra a lista com nomes do rap nacional e internacional. Além de Capitu, outros artistas mineiros estarão presentes: Mac Júlia, FBC, Abbot, Clara Lima, RT Mallone, Sidoka e Djonga.

Tipicamente mineira, Capitu esteve em nossa conversa com uma fala mansa e um cigarro de palha entre os dedos. Dona de diversos trabalhos que eu amo como: Tipo BC Raff, OG, No Cap e Agora Cê Entende. A artista transmite tudo que a nossa cidade tem de melhor e eu tenho a certeza que esse talento se transmitirá para todo o Brasil

Acompanhe OGCapitu: