“Soturna Ecdise Noturna” confira o álbum de Abel SIG

Abel SIG é um brasiliense de 23 anos que se envolveu com a cultura de rua desde muito jovem. Se manifestar artisticamente para acessar sentimentos e expressa-los em forma de escrita e grafite fora um movimento frequente em sua adolescência. Sempre em contato com o Hip Hop, anos depois decidiu se lançar, ainda de forma anônima, no universo musical, adotando uma identidade secreta (sem mostrar rosto) inspirado em Daft Punk e The Weeknd no início de suas carreiras. Autodidata na produção de beats, começou a produzir as próprias músicas, estudando, experimentando e aprendendo com o tempo até lançar singles como “Eu não sou rapper”; 3 EP’s de baile, misturando trap com funk, do canal Fosk Fobos (sua assinatura como produtor) no Soundcloud atingindo 50 mil plays; e um EP intitulado “Festas: Sem Laura Gabriela” (2020) alcançando cerca de 13 mil reproduções em streaming, servindo de preparação para o seu próximo trabalho.

Soturna Ecdise Noturna” (2021) é um álbum o qual aborda vários temas, mas gira em torno principalmente da persona Abel SIG. Tentando desapegar de si mesmo, de suas atitudes, dos seus medos e deixando seu “eu verdadeiro” à mostra, reconhece a necessidade de fazer algo para si próprio. Uma troca de pele feita em 12 faixas. Revoltado e ao mesmo tempo agradecido consigo. Essa metamorfose, que o título se refere com a palavra “Ecdise” se passa nas ruas dessa cidade que o artista deixa explícita sua aversão: em meio as festas em que somos convidados, no consumo das drogas que nos são oferecidas, durante os amores que a vida coloca na nossa frente. As experiências vivenciadas são os espaços que abraçam essa metáfora.

O álbum conta com o total de 12 faixas, sendo 9 delas produzidas pelo próprio artista, e as outras três restantes contam com a produção de O Adotado (NiLL), M$E, e Kouth. A mixagem e masterização ficou por conta do talentoso carioca 99ton. O álbum recebe uma bela presença em forma de feat: Andressa Cortes está presente na primeira track. A sentimentalidade trazida com esse time para o compacto foi de querer fazer um trabalho que venha a soar diferente e único.

Escolhendo uma pegada mais revoltada, abordando vivências entoadas por batidas sombrias e exóticas. A proposta do artista é fazer algo arriscado, um pouco fora da curva com o intuito de traduzir inconstâncias para pessoas que também sentem o receio de perseguir seus sonhos e entenderem que, por mais que algumas realizações pareçam distantes, não são. Parte da necessidade de reconhecer que a vontade seja maior que nós.

Tracklist

  1. Escama Furta-Cor feat. Andressa Cortes (Prod. Fosk Fobos)
  2. Os Embalos em Outros Bairros (Prod. Fosk Fobos)
  3. Sátiros & Ninfas (Prod. M$E)
  4. Luzes da Cidade 1990 Ruiva (Prod. Fosk Fobos)
  5. Então Tu Vem? (Prod. O Adotado)
  6. Porta-Luvas de Vênus (Prod. Fosk Fobos)
  7. Falando de Amor Mas Ligando a Cobrar (Prod. Kouth)
  8. Verônica Hellara (Prod. Fosk Fobos)
  9. Não Vou Ouvir Taylor Swift (Prod. Fosk Fobos)
  10. Spider Jerusalém (Prod. Fosk Fobos)
  11. 21 do Doze de 2021 (Prod. Fosk Fobos)
  12. Quinta e Última Ceia (Prod. Fosk Fobos)

Confira: