Síntese canta a inédita “Não Mais Problemas” no RAPBOX 68

RND13 Apr. 29 18.22Nesta quarta (29), saiu o RAPBOX 68 com participação de Neto, do Síntese, onde o rapper cantou a inédita “Não Mais Problemas“.

“O duo formado por Leonardo Irian e por Gestério Neto, encontrou no Rap um meio de expressar para o mundo sua atmosfera de idéias e seus sentimentos frente a verdade e a realidade da vida. O comprometimento com a sua mensagem gera um tom um tanto hermético ao trabalho da dupla.

Atualmente Neto apresenta-se e leva a energia do Sintese sozinho nos shows, mas seu parceiro Léo é sempre lembrado por sua eterna contribuição e permanece sempre ao lado como grande fonte de inspiração.” via

A música, que já foi apresentada neste show  — lançamento do CD “Convoque seu Buda” de Criolo —, nos faz questionar o atual rumo da raça humana. O som mostra o tanto de problemas que nossa existência enfrenta. Prepare o capacete, pois só com amor nós podemos nos ajudar.

O RAPBOX  é uma série de vídeos quinzenais que tem como foco a valorização da música e fomento à cultura hip-hop. O projeto nasceu em 2012 e cresce à cada dia.

[su_spoiler title=”Letra da ‘Não Mais Problemas'” style=”simple”]

No meio de carro e lixo, barro e asfalto…
O homem é bicho.
Mulher de salto, vaidade assola…
Esmola, a gota d’água.
Degola a esperança. Não vê mudança…
Criança chora.
Exploram aonde mora a vingança. (onde?)
No agora e sua pouca importância

Não mais problemas, clamam
Os que os amam te chamam de pai, Deus,
Preserve os seus da insônia ingrata.
Babylon não cai, mata. Vai, sai pra vida ver…
Ai, dói demais…. Na guerra, a paz ninguém traz a você.
É o que você faz, escolhe. Planta e colhe.
E olhe em si. Enxergar não é ver a ti,
Achar que tem que ter pra ser, e errou

Berrou, tá errado. Enterrou no próprio passado,
No errado o brilho no olhar berra calado.
E é minha culpa?! Se ocupa dessa verdade.
Desculpa a sinceridade, conforta viver na mentira,
Eu tenho dito, não tens escutado,
Reféns escoltados, por bens enganados!
Essa minha ira ao pai pertence.
Aquele que vence no final, afinal é o final. Pense:
Quem arquiteta o mal, transforma em inferno astral,
Da realidade à ficção, lado oposto em fricção

Gera maldade ser do bem.
Convicção, no coração inquietação.
Comoção sem poder de ação.
Não precisamos de mais problemas…
Satélites, transmissão da vida em falsa versão,
Nossa aversão é o dilema?
Não. Problema é roça de aço.
Sustenta o fiel do maço, cai no laço antes do bote,
E holofote pra serpente e sua genialidade.
Secando o pote, é o decreto:
Morte ao nosso mundo

Jardim suspenso pra manter longe da raiz:
Concreto, tio!
Se não viu, vê… esquecimento.
Plantando asfalto, dando vida aos prédios vamos colher vento.
Ó, meu senhor, me dê visão, além do céu cinzento – a pretensão.
Além dos fatos, a verdade é um sentimento.
E o que você sente?
Pra que você mente?
Pra si

Tá em si o amor, e não vê no mundo.
É todo mundo indiferente.
Não há plenitude.
Assim o fim é rude pra existência.
Quero acreditar que ainda há virtude em nossa essência.
Não precisamos de mais problemas. Não.
Não precisamos de mais problemas.
Não precisamos de mais problemas.
Não precisamos de mais problemas.

[/su_spoiler]

Além da música inédita, Neto trocou uma ideia firmeza com Leo Casa1 (mentor do RAPBOX), onde falou sobre a formação do Síntese, seu relacionamento com Leonardo (também fundador do Sìntese), seu aprendizado no rap, o Vale, suas referências e mais. Se você curte as ideias do Síntese, recomendamos fortemente que assista: