Show de Bnegão é interrompido pela polícia após manifestação contra governo Bolsonaro

No último sábado (27), o rapper Bnegão foi alvo de censura policial durante uma apresentação em Bonito, Mato Grosso do Sul. Segundo o artista, o caso é mais um exemplo de que os governantes “estão tentando transformar o país em um Estado policial”.

O grupo se apresentou após o show da cantora Gal Costa, que dançou em cima do palco ao som do coro de “ei, Bolsonaro, vai tomar no c*” durante o Festival de Inverno de Bonito. Assim como na performance de Gal, o show de BNegão também foi marcado por críticas ao presidente Jair Bolsonaro.

A Prefeitura Municipal de Bonito divulgou uma nota de repúdio pelas “manifestações políticas desrespeitosas” que aconteceram durante o festival. “Antes de tudo, é importante destacar que o evento é promovido pelo Estado de Mato Grosso do Sul e não tem viés político, sendo um festival cultural. A Prefeitura de Bonito entende que todos têm direito a expressão, mas não concorda com manifestações explícitas de lados políticos, ou mesmo desrespeito aos atuais governantes durante o evento, seja por artistas contratados e pagos com recursos públicos federais, estaduais e municipais, ou por parte do público presente”, disse a organização.