No dia de seu aniversário, Sain lança o primeiro single do seu disco solo, assista “Mil Planos”

Hoje, segunda-feira (9), Stephan Peixoto a.k.a Sain completa 24 anos de vida. O rapper escolheu a data especial para para fazer o lançamento do primeiro single do seu primeiro disco solo, a música se chama “Mil Planos” e conta com participação de Luccas Carlos.

Com direção de Hálex Marinho, o clipe foi gravado durante uma viagem do Start (grupo do Sain) para Caxias do Sul, em Porto Alegre. No som, o filho do D2 passa boas vibrações através das linhas comemorando a boa fase na carreira. A produção musical é de JXNVS, do grupo Nectar Gang.

O disco solo do Sain deve sair já no começo de 2016 pelo selo Piramide Perdida Records.

[su_spoiler title=”Letra” style=”simple”]

Nós fomos vitimas antes de vilões, agora em cada esquina ecoa meu refrões
rimas e mais rimas que me alcançam milhões e milhões, que me tragam cifrões e cifrões
fãs e reconhecimento, frisson pela manha em ver que ainda to vivendo
batalhei hoje eu sou meu patrão, e vacilão vai morrer no veneno

Perdendo tempo na vida, de intriga, minha historia é bem resolvida e se liga, fiz meu nome na partida, vem comigo quem quiser e se não for não arruma briga

Ponte:

É que eu transformei minha dor em filme, meu sonho estampado na vitrine, lucro e sentença do mesmo crime
então nao me subestime não, não…

Refrão:

Não sei o que o mundo tem pra mim, mas to indo buscar porque
a vida é um jogo eu não venho de novo e nem conto com a sorte

Eu to no mesmo lugar, as minhas cicatrizes são só pra te lembrar
que se você nao sabe de onde eu vim, não duvide do que eu posso alcançar, não, não.

Pelas noites mais caras, pelas garrafas mais caras
Tudo que eu fiz pra hoje estar aqui (x2)
As mulheres mais raras, nas boates mais caras
Tudo que eu fiz pra hoje estar aqui (2x)

Na mente mais de mil planos, frente a mais de mil manos, sem margem pra engano, lutando e lutando
sao mais de mil vícios mundanos, mas eu to ciente dos danos,
seguimos pela sombra, sabemos onde andamos
O inimigo ronda mas ele não ta portando, como eu to portando, e os irmãos tao portando,
empresário do ano escuta o que eu to falando

Ponte:

É que eu transformei minha dor em filme, meu sonho estampado na vitrine, lucro e sentença do mesmo crime
então nao me subestime não, não…

Refrão:

Não sei o que o mundo tem pra mim, mas to indo buscar porque
a vida é um jogo eu não venho de novo e nem conto com a sorte
Eu to no mesmo lugar, as minhas cicatrizes são só pra te lembrar
que se você não sabe de onde eu vim, não duvide do que eu posso alcançar, não, não..

[/su_spoiler]

11807575_907521382620611_1660042951913056659_o
Imagem divulgação