Rima Dela: Skull fala sobre importância da união e denuncia sexsismo nas rodas de rima

Nessa terceira edição do projeto Rima Dela trocamos ideia com uma mina massa que vem representando muito nas rodas de freestyle,  Ranne França, a famosa “Skull” — como é conhecida nas batalhas.

Nascida na cidade do Recife e criada no bairro do Pina, Skull tem 27 anos, é mc, mãe, grafiteira e tatuadora. Seu interesse pelo rap surgiu através do grafite. Ranne já fazia arte com pincel, mas se sentia limitada, então resolveu chegar  numa edição especial do “Duelo da Maresia” (um evento que rola no seu bairro), e pela primeira vez decidiu batalhar, e junto com outra mina, foram as primeiras mulheres a participar do duelo — Skull foi a primeira a ganhar.

Depois veio a vitória na “Rinha dos Monstros” , “Batalha da Escadaria” e junto a certeza de que não só ela mas, a mulher vem se destacando no Rap e ganhando o devido respeito, principalmente nas rodas de free.

DSC_0057 1

O Rap faz eu me sentir uma pessoa melhor (…) eu tô fazendo com que esse movimento  fique mais como um movimento de família” – Skull

Cheia de atitude e personalidade, Skull vem abrindo portas e incentivando outras meninas a participarem do movimento que, por receio e machismo, infelizmente ainda não dão as caras.

DSC_0032.NEF

O Rima Dela é uma projeto feito pelo coletivo feminino Soul Di Rua (PE) e vem justamente com a ideia de incentivar as mulheres a ocuparem seu espaço dentro da cultura Hip Hop, se expressarem abertamente, mostrarem a sua importância, sua voz, seu poder.

É Muito importante poder trocar ideia, conhecer diferentes realidades, outros pontos de vistas e dessa vez a gente falou sobre batalha, freestyle, machismo, feminismo. Fortaleça essa ideia e consequêntemente as minas no movimento compartilhando e mostrando este quadro para seus amigos link para todos os episódios.