Realidade Cruel lança “4ª Divisão” com participação de Braga BD2L

Grupo paulista lança faixa com vídeo clipe e nova formação

O tradicional grupo de rap de São Paulo, Realidade Cruel, lançou no último dia 8 de abril a faixa “4ª Divisão“, com participação do rapper Braga BD2L. O som é um boom bap clássico, no estilo que marcou os anos de ouro do Rap Nacional na década de 90 e início dos anos 2000.

Com quase 30 anos de trajetória, o grupo paulista fundado em 1992, na cidade de Hortolândia, em uma época que os shows relatavam as ruas de terra e o esgoto a céu aberto, o início do sucesso foi em 1998 com o clássico “Dia de visita“. Atualmente, o grupo conta na sua formação com DJ Bola8, TM, Tuca Léllis e o mais novo integrante Markão ll.

Depois dos lançamentos de “Produto Descartável” e “Filhos do Feminicídio“, dois sons que abordam temas diferentes, mas com a mesma importância e relevância de debate que o grupo sempre apresentou em toda a sua história.

Em “Produto Descartável“, o som retrata e narra o drama diário de um idoso que luta pela vida e sofre com a solidão e o descaso da família. Já em “Filhos do Feminicídio” a música e o clipe abordam cuidadosamente, feitos com base em depoimentos de mulheres vítimas de violência doméstica, que tem o intuito de acionar diversos gatilhos e extinguir, de uma vez por todas, a culpabilização da mulher diante dos casos alarmantes de violência doméstica.

Em “4ª Divisão“, os mc’s abordam temas importantes e relevantes, sem perder a essência ‘gangstar rapper‘, falando sobre a disciplina na quebrada, falsas amizades, e a vivência no rap.

Pitbull tá na coleira
Não vem falar besteira
Cês não vive o que canta
Cês não passa na peneira

O som conta ainda com um vídeo clipe incrível de Vulcams Filmes, edição de Carlos Mariano e Hilberto Dias Jr., junto com a direção de Realidade Cruel e Vulcams Filme.

Assista agora mesmo ao vídeo clipe de “4ª Divisão“. Caso queira conhecer mais sobre todos os integrantes do grupo confira logo abaixo.

História dos integrantes:

Dj Bola8 – Marcos Paulo, conhecido como DJ Bola8 é Produtor, Empresario do Rap Nacional e DJ do Realidade Cruel. Iniciou como Dj nos anos 90, sua paixão pelos toca-discos veio através dos bailes que frequentava das equipes Kaskata e Black Mad.
Ao longo da sua caminhada, em 2004 foi convidado para integrar e ser DJ do conceituado grupo de rap Realidade Cruel, no qual foi prêmiado como melhor DJ no prêmio Hutús.
Em 2010 lançou sua primeira mixtape “O Jogo” com participações de vários grupos de peso da cena. Nos anos subsequêntes lançou mais quatro Mixtapes: “Sozinho Não, Varios Aliados”, ” Dois Contra o Mundo” “O Jogo Continua” e “Novas Tracks”.
Em 2011 fundou e organizou a Gangsta Paradise , o maior festival de rap do Brasil que permanece até os dias de hoje e em 2017 oficializou sua produtora BOLA8 PRODUÇÕES.

TM – Thiago Mascote, conhecido como TM – é Rapper, Compositor, Produtor Cultural e Mestre de Cerimônias, iniciou sua trajetória como rapper em 2002 apresentando-se em feiras culturais e eventos. Entre 2005 a 2009 fundou e atuou no grupo Primos na Fúria.
Sua atuação no cenário Hip Hop foi se expandindo desde a fundação de projetos como Uclã ABC Favela, Marginais Sonoros e o Projeto F.I.B.R.A
(Firma Independente Brasileira de Rap Autêntico) até seu trabalho como mestre de cerimônia no qual apresentou eventos renomados no cenário Hip Hop, como: FIBRA, GANGSTA PARADISE, BLACK JUNE, RAP JAH entre outros.
Em 2017 lançou seu primeiro disco solo intitulado SÓ SENDO LOKO contando com 13 faixas, e no mesmo período foi convidado para fazer parte do grupo de rap conceituado Realidade Cruel.
Atualmente, é integrante/vocalista do “REALIDADE CRUEL“ e estão em processo de estúdio produzindo e gravando o novo CD “A História Continua”.

Tuca Léllis – Eliete Lélis, conhecida como Tuca Léllis – é MC, Backing vocal, Compositora e Empresária. Iniciou sua trajetória no rap em 2001 apresentando-se em eventos culturais nas periferias do Jd. Ângela (zona sul), já com 20 anos de trajetória traz na bagagem composições com foco em resgate social. Em 2002 foi convidada para fazer parte do grupo Realidade Ativa ao qual cantou por 10 anos. Passou a se dedicar a projetos para reabilitação de dependentes químicos e em paralelo realizava participações como backing vocal para diversos grupos. Em 2018 foi convidada para cantar no projeto Divas do Hip Hop, conjunto formado por uma banda feminina e mulheres do rap em prol do empoderamento feminino no Hip Hop. Atualmente, é integrante do grupo Realidade Cruel.

Markão II – Marco Antônio, conhecido como Markão ll– rapper, compositor e produtor musical. Iniciou sua carreira no ano de 1992, com o grupo FNR, lançando a música “Quem Precisa Deles Pra Sobreviver”, produzida por KL Jay (Racionais MCs). Em 1993, juntamente com os grupos de rap Racionais MCs e DMN, participou do projeto “Rap… Ensando a Educação” das Secretarias Municipais de Cultura e de Educação da Cidade de São Paulo. Este projeto percorreu cerca de cinquenta escolas da rede municipal fazendo debates com pais e alunos sobre diversos temas. Desde então, foi fundador de diversos projetos sociais. Em 1998, passou a integrar a nova formação do grupo DMN e lança o EP intitulado “H. Aço” (Homem de Aço) música que renderam premiações de melhor música. Com 29 anos de trajetória, gerou composições de grande expressão contribuindo com a construção do rap nacional. Atualmente é integrante do grupo Realidade Cruel e DMN.