Rapper Mc Branquela é assassinada com sete tiros em Manaus

117345_697x437_crop_57262ec8be87f
O último show de MC Branquela, foi na quinta-feira, durante o encerramento do ‘Projeto Apoena: Arte na zona norte”. Foto: Sandro Pereira

Texto por D24am

Manaus – A cantora de rap Brenda Pontes Lemos, 21, conhecida no meio musical em Manaus como MC Branquela, foi assassinada com sete tiros, na noite deste sábado (31), na Rua Nova, bairro São Lázaro, zona sul de Manaus. As informações são da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

A namorada da cantora assassinada, Kethellen Bezerra Aires, 19, relatou que, minutos antes de ser morta, MC Branquela ligou para ela, informando que estava indo assistir o ensaio de uma quadrilha, nas proximidades da casa onde morava. “Ela me ligou dizendo para eu esperar, que depois ela iria para minha casa. Mas dez minutos depois, já soube da notícia que tinham matado ela”, disse.

Consta nos registros da DEHS, que o crime foi praticado por dois homens, não identificados até o momento, e que estavam em uma motocicleta de cor e placa, também não identificada pela polícia.

Segundo Kethellen, os disparos atingiram a cabeça, peito, costas, pernas e braços da cantora, que morreu na hora. “Não levaram nada dela. Mas desconhecemos a motivação, pois todo mundo gostava dela aqui área”, afirmou.

O irmão de MC Branquela, o servente de pedreiro Carlos Alberto da Silva Melo, 44, comentou que a vítima tinha saído de casa sozinha, com o carregador e o celular dela. “Saiu dizendo que ia dar uma volta como sempre fazia. Não sabemos o motivo, porque ela não tinha rixa com ninguém”, disse.

Nos registros da DEHS (Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros), consta que a autoria e motivação para o assassinato de MC Branquela, são desconhecidos.