RAKAVI consagra suas “Origens”, em seu primeiro disco, ouça

Citados como uma das promessas do Rap Nordestino, em 3º lugar, o grupo sergipano RAKAVI, formado por Yago UNK, Silverman e Logri, lançaram nessa última terça (19) a primeira parte de seu tão aguardado disco de estreia, “Origens”. O álbum conta com participações de peso de todo o cenário nacional: ZRM, C2A, Família Madá, Ursso, Maeed, OCB, Cortesia Da Casa e Shadow.

A primeira parte do disco “Origens” levou 3 anos para ficar pronta, entre ajustes e mudanças, o grupo e o disco passaram por muitas fases. Em 2014 foram parar em São Paulo-SP, na Ésseponto Records, para produzir seu CD e estudar no Instituto de Áudio e Vídeo – IAV. O resultado demonstra a imensa capacidade desse grupo, que carrega um legado muito maior do que suas músicas. De um pequeno home studio, O selo Alive Records, fundado pelos mc’s e produtores Silverman e Logri, em 2010, é hoje uma das maiores empresas de rap especializada em produção de áudio e vídeo do nordeste.

A ficha técnica é extensa: Produção das batidas por Alive Beats. Captação nos estúdios Alive Records e Ésseponto Records. Scratches de DJ Phat e DJ Durex. Mixagem e masterização por Alive Records e pelo técnico de áudio do disco, Amaury Alencar. A produção dos lyric-videos e da marcante capa do álbum são de Alive Records e Artmosfera art Studio, respectivamente. Confira agora esse projeto imperdível:

 

O disco começa com a faixa “Intro”, na voz do skatista profissional Adelmo Jr., que fala sobre o que é o RAKAVI e os seus votos para o futuro do rap sergipano. Logo após temos “Sem Farsa”, com participação de Chayco da Família Madá, a faixa mostra o que podemos esperar desse disco: Uma produção musical de tirar o chapéu, assinada por Alive Beats em todas as faixas e versos fortes, marcando território.

“Última da Noite” é a terceira faixa do projeto, sobre curtição e a vida noturna, conta com os scratches de DJ Phat. Depois vem “Carroça”, conexão entre Aracaju e Fortaleza, com a participação do grupo cearense C2A. Logo em seguida temos “Acordes Casuais”, com participação de OCB e Maeed,  que representa os sonhos e a sintonia entre o time completo dos artistas da Alive Records.

A sexta track vem pesada, “Lentes” é mais uma participação da Família Madá. Na sequencia temos “Pretextos”, “RApsKAteVIla” e “Intrapessoal”, um jazz suave, um bate cabeça com a participação insana de ZRM, e uma música bem calma com refrão de Tangi do Cortesia Da Casa. Na reta final, começamos com “Alma Grita”, umas das faixas mais pesadas do disco, com participação do carioca Daniel Shadow, e a sensual e envolvente “Sexy J’s”.

Enfim, chegamos nas duas últimas faixas da primeira parte do disco, temos “5579”, um Trap alucinante que trás o DDD de Sergipe no nome, e a última faixa, que carrega o nome do disco, com a participação de URSSO, consagrando assim o final de um ciclo, e o início de muitos outros, sem nunca esquecer de suas “Origens”.

Quem gostou da primeira parte de “Origens” fique ligado, que a segunda parte vem com mais peso, mais participações inéditas e muito mais de RAKAVI.

Rakavi-Origens-disco-1

Acompanhe RAKAVI também pelo Facebook.

[su_spoiler title=”Lista de músicas” open=”yes” style=”simple” icon=”plus-circle”]

  1. Intro (Part. Adelmo Jr.)
  2. Sem Farsa (Part. Família Madá)
  3. Últimas da Noite
  4. Carroça (Part. C2A)
  5. Acordes Casuais (Part. OCB, Maeed)
  6. Lentes (Part. Família Madá)
  7. Pretextos
  8. RapsKAteVila (Part. ZRM)
  9. Intrapessoal (Part. Cortesia da Casa)
  10. Alma Grita (Part. Daniel Shadow)
  11. Sexy J’S
  12. 5579 (Part. Ursso)

 [/su_spoiler]

[“Origens” estará em breve, disponível em todas as plataformas digitais.]