Predella, do Costa Gold, dispara verso contra o Terceira Safra no disco “.155” e Muzzike responde

Após um pouco de atraso, o Costa Gold lançou o álbum “.155 no último sábado (28). O projeto foi bem recebido pela maioria dos fãs, mas logo uma polêmica surgiu dentre as 11 músicas do disco: o verso do Predella na faixa “Dás Arábia“, onde o rapper alfineta o grupo de rap Terceira Safra, também de São Paulo, mas de outra escola. Ouça a parte em questão, o verso está em 1m46s:

[ytp_video source=”J333AFC5Cws”][su_spacer]

Nois é boombap lord, depois que estudei o trap fiz toda Terceira Safra ser a terceira série” rimou Predella. E claro, como uma boa treta funciona, o verso causou grande repercussão nas redes sociais.

Na tarde do último domingo (29), o Muzzike (Phill), membro do Terceira Safra, respondeu ao dito verso através do seu Facebook. O rapper agradeceu de forma irônica o “marketing gratuito” e disparou: “O dia que a mamãe do chokito parar de pagar as dívida de biqueira dele, ele pode vir falar do pai“, seguido por “bjs do tio Muzzike“, posteriormente o musico apagou a mensagem — Print.

Mesmo com a postagem apagada, Muzzike manteve sua opinião e se reiterou: “Não sou de postar e apagar, até porque não retiro o que disse sobre o noia, porem internet não é onde as coisas vão se resolver.” leia na íntegra:

RND03 Nov. 30 11.44

Muzzike também falou um pouco mais sobre sua visão da “treta” respondendo um comentário na própria postagem acima, “meu Baguio é fazer rap bom, se for pra ter rival pelo menos que seja um a altura, fraco demais, caneta de pena num da graça nem de tirar a tampa da caneta.disse.

Já nesta segunda pela manha (30), Predella também utilizou seu Facebook para falar sobre a repercussão. “Acho ruim, vem cobra! A vida é assim…” escreveu:

RND02 Nov. 30 11.44

Não é a primeira vez que o clima entre os dois fica “deselegante“, em outra ocasião, na música “Cypher Game Over“, que pode ser considerada uma diss de Veagadoiz, Muzzike, Maltrapilho,ThéoGodoCoruja Bc1 e Dr. Caligari para pessoas e atitudes que não concordam na cena, Muzzike disparou a linha: “Pro cês restou o vazio, num tem o que por nas linha / Bando de moleque mimado, seu rap ainda tem espinha” que muitos gostam de dizer ser uma indireta para Predella. Tem também a parte do Muzzike na famosa “Mandume” do Emicida, onde algumas barras de Muzzike incomodaram alguns. Veja a letra.