PM ataca trabalhadores de Metrô em greve em São Paulo, assista!

Como vocês devem saber “por alto”, como nós também, está acontecendo grandes greves no setor público das grandes cidades desse nosso Brasil. Eu digo por alto por que o buraco ta mais embaixo.

Na madrugada desta sexta-feira (06), Policiais Militares (por ordem superiores), interviram de forma agressiva em uma greve legítima dos metroviários no metro de Ana Rosa, São Paulo.

Os metroviários já disseram que a greve acaba se o governo aceitar catraca livre.

Por: PostTV

SÃO PAULO – Trabalhadores do Metrô de SP foram reprimidos com bombas e balas de borracha durante essa madrugada enquanto realizavam paralisação na Estação Ana Rosa, na zona sul da capital. Diversos outros pontos do metrô ainda concentram focos de resistência similares, como Brás, Jabaquara, Itaquera, Capão Redondo e Tamandatei.
Trate-se de uma greve legítima, deflagrada pelo Sindicato dos Metroviários por ampla maioria e que afetou cerca de 4,6 milhões de usuários do Metrô nessa quinta-feira, há menos de uma semana para o início da Copa do Mundo. 
A categoria tentou de todas as formas negociar pelos seus direitos sem prejudicar usuários mas nenhuma proposta foi aceita até então pela Secretaria de Transporte do Estado.
Os Metroviários chegaram inclusive a propor a catraca livre enquanto forma de manter o protesto sem afetar a população: “Seria uma alternativa à paralização”, propôs o presidente do Sindicato Altino de Melo Prazeres Júnior. Geraldo Alckmin, Governador do Estado e responsável pela gestão do Metrô, afirma que o movimento é “político e sem sentido”, e atua com a força militar da polícia para impedir a reivindicação trabalhalista prevista em Lei. 

Ao menos um trabalhador foi preso. A greve do Metrô continua por tempo indeterminado.

[youtuber youtube=’http://www.youtube.com/watch?v=g0eznzSdGGc’]