Phife Dawg, do clássico grupo A Tribe Called Quest, morre aos 45 anos

Malik Taylor, conhecido popularmente como Phife Dawg, cuja a mente, voz e postura serviram de gatilho para o sucesso do grupo de rap A Tribe Called Quest, morreu nesta terça-feira (22), aos 45 anos.

De acordo com a RollingSotne, a morte precoce do artista foi derivada de complicações resultantes da Diabetes — enfermidade que, de acordo com o grupo, já tinha custado um transplante de rim o membro fundador em 2008.

O grupo A Tribe Called Quest foi referência no rap dos anos 90, onde abrilhantou o movimento com seu estilo alternativo, espirituoso  e progressivo, abrindo caminho e marcando época ao apresentar uma mistura de rap com jazz na década de 90 — Ao lado dos grupos De La Soul e Jungle Brothers, o A Tribe Called Quest formou o coletivo Native Tongues, considerado até hoje um dos mais importantes da história do Hip Hop.

Malik era nosso amado marido, pai, irmão e amigo“, disse sua família em um comunicado. “Nós o amamos muito. Ele mudou todas as nossas vidas e nunca será esquecido. Seu amor pela música e esportes só foi superado pelo seu amor a Deus e à família.

Repercussão no Hip Hop

Após a noticia da morte, a comunidade Hip-Hop se comoveu e ícones do rap mundial como Chuck D e Kendrick Lamar se pronunciaram sobre a perda. Chuck escreveu “Rest In Beats PHIFE ATCQ Foreverem seu twitter, ao compartilhar um grafite do Phife.

Já K-dot utilizou alguns momentos de uma apresentação sua nesta quarta-feira (23) para celebrar a obra de Phife Dawg. Confira: