Os Melhores Filmes de Rap

No dia 16 de outubro, o filme biográfico de Tupac, “All Eyez On Me“, completou 4 meses de lançamento. O filme tem sido bastante criticado, principalmente pela família e amigos do rapper, por ter uma história cheia de coisas que não aconteceram, não ter sido capaz de captar o espírito revolucionário de Pac, usar a música dele só como plano de fundo e ter um ator fraco, que só se parece com ele.

O projeto ficou parado durante anos, devido a problemas legais e de produção. A troca de diretores e roteiristas, até a produção ser de fato iniciada também foi um atraso. Nomes como  Antoine Fuqua (Dia de Treinamento), John Singleton (Os Donos da Rua) e Carl Franklin (O Diabo Veste Azul) desistiram do filme. Acabou que o diretor de vídeo clipe, Benny Boom, ficou a frente da biografia de um dos maiores ícones da história da música.

Assista ao filme e forme sua própria opinião, mas a real é que Tupac merecia mais do que um filme que parece que recorreu a um resumo estilo Wikipédia. Mas se “All Eyez On Me” é uma decepção, quais são os melhores filmes de Rap já feitos? Sendo eles biográficos ou não, vamos relembra-los.

Brown Sugar (No Embalo do Amor)

Com o nome de “No Embalo do Amor” no Brasil, Brown Sugar é um romance que conta a história de um casal de amigos, Dre e Syd, que cresceram apreciando a cultura Hip Hop. Dre é produtor de Rap e vê Cav, personagem de Mos Def, rimando numa boate e qur contrata-lo para sua gravadora. Enquanto Syd, que é escritora, acaba de lançar um livro que é uma declaração de amor ao Hip Hop, inspirada na música “I Used To Love H.E.R.” de Common. Além de Mos Def, o elenco conta com Queen Latifah, aparições de Method Man, Doug E Fresh e na trilha sonora tem a clássica “Love Of My Life” de Erykah Badu.

Fique Rico ou Morra Tentando

Filme semi biográfico de 50 Cent. O filme não a verdade pura da história de vida do rapper. Foi Bono Vox, vocalista da banda U2, quem apresentou Jim Sheridan a 50 Cent. O diretor havia manifestado interesse em conhecer o rapper, por apreciar seu trabalho. O personagem Levar, um dos vilões da trama, foi oferecido a Samuel L. Jackson, que o recusou.

Notorious

A obra cinematográfica da vida de Christopher Wallace, “Notorious” tem direção de George Tillman, Jr., mesmo diretor do aclamado “Homens de Honra”. Além de ter Sean Combs, o P.Diddy, como produtor executivo e C. J. Wallace, filho de Biggie, interpretando o pai quando criança. O filme é muito bom, o único ponto baixo é a trama querer transformar Big num santo na história da treta da Costa Leste contra a Oeste.

Straight Outta Compton

A história do N.W.A. “nas grande tela e tal” – como diria Sabota – foi um sucesso de bilheteria desbancando o filme “Missão Impossível 5” de Tom Cruise. O filme concorreu ao Oscar de melhor roteiro original, perdendo para Spotlight: Segredos Revelados. O que dizer de O’Shea Jackson Jr. interpretando seu pai Ice Cube, e Jason Mitchell no papel de Easy-E?! Sensacional! Além de contar a história de um dos grupos mais importantes na história do Rap, o filme também relata os distúrbios de Los Angeles em 1992, que foram desencadeados quando um júri absolveu oficiais do Departamento de Polícia de Los Angeles acusados ​​de agressão contra o motorista negro Rodney King.

8 Mile

O filme que inspirou muitos MCs. 8 Mile é mais do que um filme semi biográfico de Eminem, 8 Mile é um filme que traz inspiração para vida. A primeira vez que vi esse filme, em 2003, eu era adolescente, as batalhas de freestyle me encantaram, eu só prestava atenção nas rimas. Depois dos meus 20 anos, quando assisti ao filme mais uma vez, foi que percebi alguns elementos que só a vida de adulto nos ajuda a perceber. B-Rabbit, personagem de Eminem, está morando de favor com a mãe alcoólatra num trailer, tem um relacionamento conturbado com a namorada, é um MC branco na periferia de Detroit (Uma das cidades mais perigosas dos EUA). Com uma vida cheia de problemas que vai de mal a pior, B-Rabbit só quer cantar Rap, fazer umas rimas. Seus amigos preocupados com contratos milionários, carros e mulheres, enquanto isso, B-Rabbit só quer fazer um som. É muito louco isso… A obra ganhou vários prêmios, entre eles o de Oscar de melhor canção original.