Não tem jeito, em Fortal a febre é o Drill. Assista agora “CORRE DE BECO”

Desde o ano de 2016, a 4town street faz parte do cotidiano de varios jovens na capital cearense, exaltando o estilo e elevando a auto-estima da juventude periférica.

Projetos como “Real, Rude e Raro” e “Peita do 4Town” romperam essa fronteira para além do lance do streetwear, agregando no corre de artistas independentes, unindo e fortalecendo o cenário da moda e da música da cidade.

Corre de beco” o mais recente e atual projeto audiovisual da marca, lançado no ultimo dia 9 de abril, chega com uma atmosfera mais pesada. Apresentando uma estética de drill, que vem sendo evidência no cenário dessa nova geração, e que não seria diferente em Fortal, com um cotidiano caótico de uma capital nordestina, com um clima quente e um ritmo frenético, nada mais que a adaptação do estilo, a nossa cara.

Gravação do video clipe “Corre de beco” foto: Ozéias Araujo.

A junção inédita de Farell, Grow, Lk e Zetsu, fazem valer as linhas carregadas de idéias densas, que constrastam com a revolta de aspectos sociais, expressadas em líricas versáteis, que prende você na energia e idéia do som.

Que vão desde referências clássicas como “quero o mundo igual tony montana, marca na cara me chame de scarface” e “pelas ruas do harlem, de la crime fortal” a gírias usadas no cotidiano da capital “becos e vielas, clima tropical, do nada embaça e o tempo fecha” e “não quer passar e nunca passou, aqui na zárea vocês não anda” que dão exatamente o contraste do som, que de fato possui duas ambientações.

Com as ultimas declarações de um trapper paulista, sobre a morte de alguns elementos da cultura hip hop, não podemos deixar de citar a colaboração do B-boy Emanoel Barão, que agrega grandiosamente no visual do videoclipe, e ressaltar que a cena de grafiteiros (as) e b-boys e b-girls continua viva.

Na minha visão esse trampo veio pra mostrar que Fortal está bem ativa na cena e bem representada no modo geral, com vários artistas talentosos entre mcs, beatmaker, fotógrafos, dançarinos e toda a rapaziada envolvida com a vontade de fazer o corre acontecer nas área, vindo pra mostrar também que a cultura do hip-hop não está morta, ela está bem viva e nos vemos isso diariamente e vivemos isso.

Zetsu (Mc integrante do grupo Perimetrurbano)
Zetsu. Foto: Calisto

As filmagens ficam por conta de Calisto e apoio de Felipe correa, fotografia por Ozéias Araujo e a edição por Payaso. A produção musical é assinada por Nael Black (Emilg Beats) e Young Seju e produção artística e executiva por Guilherme Carvalho e Yuri Dpt.

Mais um trabalho assinado com excelência, chegando mais uma vez para mostrar, que fortaleza sempre esteve disposta a roubar a cena, não importa a vertente, aguardem os próximos capítulos.

Gravação Video Clipe “CORRE DE BECO” foto: Ozéias Araujo.