GOG lança o disco “Genival Oliveira Gonçalves”

O rapper e escritor GOG, 50 anos, tem uma discografia louvável, já são mais de 30 anos de carreira e diversos trabalhos lançados neste período. Agora, no último dia 20 de novembro, dia da Consciência Negra, o rapper decidiu divulgar seu 10º álbum de estúdio, intitulado “Genival Oliveira Gonçalves“.

Considerado um dos lançamentos mais aguardados pelas periferias brasileiras, o álbum com 19 faixas foi concebido ao longo de 5 anos de trabalho duro. O projeto foi masterizado em Nova York, por Felipe Tichauer — mesmo que finalizou os trabalhos da Céu, Tulipa Ruiz, Christina Aguilera, Projeto Nave, entre outros.

Ao total são 13 diferentes produtores musicais no disco que representam as várias regiões brasileiras.

gogo novo disco[su_spoiler title=”Lista de músicas e participações” open=”yes” style=”simple”]

  1. Novos Ventos
  2. Aos 45 (Part. Wellyngton Abreu)
  3. O Circo (Part. Fernando Anitelli)
  4. Três Histórias (Part. Wiad Borges)
  5. O Grande Dia
  6. Desconstrução (Part. Victor Vitrola)
  7. Travessia
  8. #Passificador (Part. Gato Preto)
  9. Vaidade (Part. Zé Brown, Kalyne Lima)
  10. Manifesto (Part. Higo Melo)
  11. O Buquê de Espertirina (Part. Raquel Trindade)
  12. O Peso da Palavra (Part. Higo Melo, Zeca Baleiro)
  13. Dia D (Part. Dhy Ribeiro, Victor Vitrola)
  14. África Tática (Part. Ellen Oléria, Maximo Mansur, Kiko Santana)
  15. Heroínas e Heróis
  16. Papo com Cartola
  17. Quanto Mais Palmas Melhor (Part. Higo Melo)
  18. I S O 9000 do Gueto
  19. Nós por Nós (Part. Ellen Oléria)

[/su_spoiler]

O disco reflete tudo que o artista viveu, suas viagens, parcerias, conquistas, sonhos, frustrações e o compromisso eterno que ele tem com a quebrada, com o bem que sua música pode trazer para a periferia. O álbum “Genival Oliveira Gonçalves“, é uma reverência à Música Preta Brasileira – MPB, e, também por isso, é um rebento dolorido, orquestrado em palco por GOG (voz), Victor Vitrola (voz e violão), DJ A (toca discos) e Richelmy Oliveira (percussão).

O artista gráfico Tiago Pezão que assina o projeto da capa juntamente com o desenhista e grafiteiro Mateus Dutra, que assim define o novo trabalho do Poeta como um disco que “soa como um reposicionamento. Um artista com mais de 30 anos de carreira chega na humildade, cheio de novidade, tira o chapéu e se apresenta. A ‘nova identidade’ é a identidade mais verdadeira que se pode ter, o próprio nome.

O novo álbum do GOG está disponível para audição via SpotifyRdio e Deezer. O disco físico pode ser adquirido aqui por R$29,90. Para ouvir o disco na íntegra pelo Spotify (acima), basta fazer login na plataforma — da pra entrar com as redes sociais.