“Festival Sample”, KL JAY realizará curadoria de evento focado em aproximar o público da crítica musical

É transitando pelas pistas, shows, bailes, festas, festivais, seminários e campeonatos, tanto nas grandes metrópoles quanto nas regiões mais remotas e periféricas do país, que KL Jay, em um emblemático encontro artístico-geracional com Djs e seus convidados, idealiza e realiza o Festival “Sample do Clássico ao Original” agora.

Consagrado como um dos maiores Djs do país, dono de um acervo de mais de 20 mil discos de vinil e prêmios acumulados ao longo de sua trajetória como DJ e produtor musical, KL Jay assina a curadoria do festival que promete ser emblemático e duradouro. 

O evento chega com co-curadoria de artistas como: DJ Will, Mc Kamau, DJ Kalfani e o Produtor Sem Grana, além da contribuição de comunicadores, produtores e técnicos de diferentes gerações e trajetórias para produzir, uma gama diversificada de produtos durante a execução do festival, como, entrevistas, podcasts, palestras, oficinas, vídeos e uma exposição virtual com os discos mais raros da coleção de KL Jay e convidados.

É com este olhar para o universo musical que o festival propõe ao público a experiência de uma discotecagem comentada por DJs, tendo como tema central o sample, a arte de criar novas músicas a partir de trechos, ou notas de outras canções. 

A proposta traz uma discotecagem performática ao vivo, onde a música é apresentada ao público ao mesmo tempo em que se mostra, numa virada ou mixagem, o original a partir de onde ela foi criada.

Entre performance, discotecagem comentada, bate papo em podcasts e palestras, e uma exposição, os Djs compartilharam histórias de estúdios, gravação de discos, análises sobre a evolução econômica do Hip-Hop dentro do mercado da economia criativa e bastidores que revelam o mágico entrecruzar das grandes eras musicais e seus sofisticados retornos e releituras, passando por momentos emblemáticos da história da música e mostrando, como, quando e porque o sample resgatou e ressignificou clássicos, produzindo outras grandes músicas que se tornaram também clássicos cheios de originalidade.

Levando em consideração que no atual contexto socioeconômico e comportamental a arte/ cultura foi profundamente marcado pela pandemia de COVID-19, com o fechamento dos pontos culturais, bares, festas e proibições de aglomeração além da obrigatoriedade do uso de máscara, o cenário da movimentação noturnas nas grandes metrópoles e periferias foi radicalmente transformado, assim como, a indústria que é suporte deste setor.

Segundo os organizadores o festival é um campo potente de conexão, formação de público, e pontes. Transita entre as mais diferentes gerações, escolas, e estilos musicais. Promove o diálogo criativo entre clássico e original, erudito e popular, tecnológico e analógico. Onde acreditam que o projeto trará uma singular contribuição para a cultura, que é a formação de público e valorização da arte de discotecagem, aproximando pessoas de diferentes universos, idades, classe e gênero sendo capaz de atingir toda a cadeia produtiva da música e conectá-la com outras expressões artísticas como no caso do Hip Hop.

Trata-se de um tipo de show/performance que pode aproximar o público da crítica musical, tanto para o seu aspecto artístico e autoral quanto para o entendimento do aspecto mercadológico e industrial de uma forma compartilhada, que agrega e conecta vários universos sonoros, além da dimensão identitária e afetiva que a música tem na vida das pessoas.

A realização é do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa através do ProAC Lab Lei Aldir Blanc nº 39/2020.

O Festival Sample: do original ao clássico acontecerá entre os dias 23 à 28 de abril.

Link do site será liberado na sexta 23 de abril.

www.klmusica.com.br/festivalsample