Com baita clipe, Dark CTC 33 e Cíntia Savoli mostram a dura realidade em ‘Lei das Quadradas’

Os representantes de Salvador, Dark (do CTC 33) e Cíntia Savoli, lançaram hoje (30) um baita audio-visual que retrata as vísceras do crime. Intitulada “Leis das Quadradas“, a música inédita escancara o rotina do dia a dia do tráfico e suas inevitáveis tragédias.

Dirigido por Adrey Costa e filmado em Salvador na Favela do Milho, o clipe tem um roteiro realista (escrito pela Cíntia) que, junto à roupagem cinematográfica, se faz um curta-metragem que mostra o último dia de um mano e seu corre que envolve o crime. Explorando detalhes como fé e amizade, o vídeo merece ser assistido com atenção, é um baita retrato social:

Cíntia disse que a intenção sempre foi fazer com que nossos irmãos entendam que de fato “a porta do crime é a saída da vida“. “Portanto mostramos uma realidade que é dura porém vivida por muitos dos nossos diariamente.Que sirva de inspiração e lição!”, contou.

Lei Das Quadradas” foi lançada através do canal do Rap Box no Youtube, teve direção de fotografia de Gabriel Trajano, roteiro de Cintia Savoli, câmera de Thyago Nascimento e produção de Liliane Alcantara.

Cíntia Savoli

Natural de Brasília/DF, começou no mundo da música cedo cantando bossa, samba e chorinho influenciada por sua mãe cantora e pianista. De 1998 à 2005 integrou a banda de reggae Arawaks cantando e tocando teclado e nesse período dividiu palco com grandes artistas nacionais e internacionais. O rap bateu em sua porta em 2005, e em Brasília foi integrante dos grupos Artigo do Rap, Poder Feminino e Remanescentes. Cíntia traz composições originais que mesclam versos com teor de denúncia, protesto e uma ótica sensível de ver o próximo como igual, trazendo a tona o amor como força motriz que a impulsiona.

CTC 33

Contenção 33 é um grupo fundado no ano de 2013, na cidade de Salvador, no bairro da Liberdade, com um estilo que mescla Rap underground com influências do estilo Hip-Hop Gangster, no jeito próprio da banca de fazer letras. O grupo vem trazendo durante esses 2 anos de existência, uma forma inovadora de mostrar a realidade, da forma nua e crua que ocorre nas periferias não só de Salvador mas de qualquer lugar do Brasil através do RAP.

Trecho da música
Lixo mental visceral canibal marginal
Extinto animal surreal tem drama no lado ocidental
Capital da fome, que consome que esconde
Que engole, promove, remove os escombros da sorte com a Glock