CT e L7nnon se juntam em critica social na faixa “Vem Que Tem” do selo 1 Kilo

O Brasil inteiro vem acompanhando o que anda acontecendo no Rio de Janeiro. Desde a guerra entre facções e milicias, até a invasão da policia nos morros, onde infelizmente, muitos inocentes também acabam sendo vitimas.

Há um mês atrás, no dia 12 de agosto, Dyogo Coutinho, de apenas 16 anos, e jogador de futebol pelo time do América, teve seu sonho interrompido na comunidade da Grota do Surucucu, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O jovem foi baleado na frente de casa enquanto saía para ir treinar.

Em meio a tantas injustiças que acontecem no Brasil, e em especial essa do Rio, o rapper CT em parceria com L7nnon, produziram uma faixa como um grito de protesto contra os atos violentos que passam impune. A faixa “Vem que tem” relata as atrocidades sofridas pelos jovens de periferia.

Se fosse sangue burguês a mídia tava comovida

Mas se é pros que vivem à margem, a reportagem é distorcida

Pra viver uma vida sem nenhuma perspectiva

Onde nunca chega nada bom, só polícia e má notícia

Produzida por Malive e DJ Grego, “Vem Que Tem” ganhou clipe. Dirigido por Bruno Veronezi e Caio Fontes, o vídeo foi gravado no Complexo do Alemão, Rio de Janeiro. Com imagens fortes e uma perspectiva de vida separada em “rounds“, o clipe relata o abuso de poder, e a omissão do governo com o grande numero de mortes na cidade.

O Projeto é da gravadora 1 Kilo, que já soma mais de 5.8 milhões de inscritos no YouTube e um bilhão de visualizações.

Confira o clipe: