Inspirado em ‘Vice City’, Costa Gold lança o clipe da inédita “Doce Veneno (Vírus da Carne)”

No início da madrugada desta sexta (21), o grupo Costa Gold divulgou o clipe da música “Doce Veneno (Vírus da Carne)“, primeiro single do novo álbum do grupo paulista, agora com nova formação.

Doce Veneno (Vírus da Carne)” tem versos de Predella e Nog, a faixa  retrata a tentação da carne e o desejo do corpo humano para o sexo. Além de abordar o que a falta de proteção (camisinha) pode causar na vida de quem não pensa nas consequências.  “Isso é o Vírus da Carne, um Doce Veneno..” conclui o grupo.

Já o clipe carrega a roupagem de Miami dos anos 80, com referências da série americana Miami Vice e até do famoso jogo eletrônico GTA Vice City. O audiovisual deixa claro suas referências nas cenas finais de crédito.

A música é a primeiro single do disco “155“, este, que segundo o grupo, vai retratar tudo que aconteceu após o CD Posfácio e apresentará para os fãs a identidade musical definitiva do Costa Gold, “Somos os mesmo, com o mesmos princípios, em outras levadas, outras batidas, sem perder a essência que o Costa sempre teve!” completa o grupo.

A produção musical é de TH, o clipe é um feito de #HASHPRODUÇÕES, e novo álbum do Costa Gold deve chegar em novembro de 2015.

[su_button target=”blank” style=”3d” background=”#cf4141″ size=”5″ wide=”yes” center=”yes” icon=”icon: download”]Baixe a música (breve…)[/su_button]

[su_spoiler title=”Letra” style=”simple”]

PREDELLA:

“Aaaaah, Escaparam da fuga, Acabaram com a pura,
E cataram a “taPu”!
Com a boca, Mó cagueta! Chega.. Vai, Atacar pra chapar as bêbada!

Bebê, cês bebe? Eu bebo breja.
O porte o meu corte e Ogum Iê bença.
Ouro, platina o Costa é presença.
Eu sinto cheiro de fêmea!

Loucas sempre loiras e boas morenas.
Doidas todas eram “fodas” mais ou menos.
É que o cão é o cão! E quando ele tá tendo?!
Num adianta é o MD batendo!

Apenas a mão e a pressão no zelo. Inclinou?
Hmm…
O pai vai no pelo!
É, o bagulho é loco! é um doce veneno.
A mente tenta mais a carne é um demônio!
Manos, anos, hormônios! Santos novenos,
Dedico ao divino pecador mais tremulo.

Na selva os Drácula passam pra tenso.
Sujam seu sangue em seu lençol vermelho.
E eu não tô imune, eu me muni de informação nego.
É, o doutor destino é foda! eu ouvi teu conselho… –

“Pelas ruas na Mercedes..
Crack e a lua, luz! Tá na sede…
Doce veneno! Doce, baby! Love you crazy!
Nanananana..”

Refrão:
Sangre por sangre no bangue dançando pra tu! (hm?!)
Sei já na bola do olho, a maldade que tá… (ha!)
Louca volúpia na roupa, tua boca é um tabu!
E o demônio ri:
HA HA HA!
(2 x)

NOG:

Sei que ela cola e rebola que nem “Vai-Vai”!
Ô minha filha, coisa linda do papai!
Me deixou 13, mais “crazy” do que o Einstein…
Quanto mais desejo, o queixo mais cai!

Hey! Hi neném…
Posso te pagar uma “Hineken”?
Na sua bota deve ter bem mais de 100! Vai ser quem, hem?!

Eu te procurei por toda vida! Uma obra prima.
É cocaína: arisca, a vista atiça a pista!

Mon amour bonne nuit, merci beaucoup!
Me conduz e me seduz nesse vodoo!
Mon cherry que ri de langerie,
Fugimos do DENARC, tipo “Bonny & Clyde”!

Trocamos sons de B.I.G. a BB King,
Big Pun, Biz Markie a EAZY-E!
Quer ser feliz, vou te pedir, “my lady” que me diz?!
Tudo que é meu vou dividir, ninguém vai me impedir!

Uma parceira no crime, sim! É o que eu sempre quis!
Pra desfilar igual “Billy Jeans” de “Chilli Beans”…
No dia seguinte, a consciência me diz o que que fiz!
Um belo feto e um belo pênis com sífilis!

Refrão:
Sangre por sangre no bangue dançando pra tu! (hm?!)
Sei já na bola do olho, a maldade que tá… (ha!)
Louca volúpia na roupa, tua boca é um tabu!
E o demônio ri:
HA HA HA!
(2 x)

[/su_spoiler]

RND01 Aug. 21 10.45
Imagem divulgação