Com o dom de apresentar algo bom na industria do rap, Magro e Leozí integrantes de Solveris, lançam ‘Freeverse’

De Espirito Santo, Capixaba e do grupo prometido sucesso Solveris. Dois de seus integrantes, Leonardo Leozí e Marco Magro, chegam com tudo em nova música. 

Eles que já possuem o toque de impressionar, dia 07, nos surpreenderam com o lançamento da música”Freeverse“.Diferente do estilo musical que o grupo Solveris está acostumado a apresentar, a presença de R&B e Acid Jazz, dessa vez foi deixada de lado, apostando o som todo no trap.

Tive o prazer de trocar ideia com Magro e Leozí, que nos contam o desenrolar do som, conhecendo um pouco da visão de cada um, nesse processo.

Como o próprio nome já fala por si, “Verso Livre” definição de ‘freeverse’, é um som superação.

Magro nos conta um pouco:

“Comentei no insta, o som também é uma injeção de auto estima, para o povo negro, quem vem de baixo, quem é rodeado pelo crime. Vejo vários ‘menores’ aqui que estão se espelhando na gente, nos tem de referencia, por tudo que o Solveris vem fazendo no cenário Capixaba e ser inspiração, é o que tem inspirado a gente. Mostrando que você é capaz, lutando, tendo determinação, o crime jamais será uma saída, existe sim outra. E gritamos isso no som, menos guerra, mais cultura, menos críticos, menos cínicos, mais ritmos e mais fama. Queremos um mercado maior, precisamos disso para o rap, trap. Trabalhe que você vai chegar la!”

Leozí também relata sua visão sobre:

“Realmente a ideia era que, fosse um verso livre mesmo. Eu e o Magro combinamos que escreveríamos e os versos deveriam conversar entre si. Eu escrevia na hora, mostrava pra ele e vice versa. Parecia que tinha sido tudo planejado, a ideia de toda a letra, mas não. Pensamos em trocar o nome, mas nenhum se encaixou como esse. Quando vimos o trabalho pronto, percebemos que é um som de vencedor mesmo. A galera as vezes olha o clipe e vê a gente com joia, em mansão, acaba ficando com um pé atras, porque essa vertente do trap, ainda esta sendo aceita aqui, a parte de ostentação, que na verdade reflete aquilo que conseguimos, conquistamos. Portanto o clipe também fala bastante e letra de vencedor para vencedor.”

Perguntei ao Magro sobre essa diversificada de estilos, gêneros e se o Solveris vai entrar na onda do Trap. Além de também contar um pouco dos lançamentos em geral:

“Pelo som que o Solveris faz, a galera não espera trap né, mas eu comecei a fazer e ouvir, trabalhar em estúdio com isso, por bastante influencia do Leozí e Dok. E me identifiquei, achei uma parada muito interessante, uma das coisas que me chamou atenção no trap, é que eu gosto muito da sonoridade, a presença do auto-tune, eu vejo o novo, o futuro. Gosto muito da estética também, os estilos, mas o que mais me chama atenção, é a auto afirmação, tipo o empoderamento negro, a ostentação de objetos através das conquistas. Ver a união de vários negros ta ligado, isso é muito forte.

Po vejo vários fãs, pedindo para a gente não mudar de estilo sabe, mas sempre deixamos claro que, estamos para fazer de tudo, ta ligado. Somos em quatro e super versáteis. Ouvimos de tudo, são muitas referencias e unimos isso. Temos bastante trabalho ai para lançar, envolvendo o trap e participativos com a ValaCrew, temos um ep meu e Dok para sair, com 5 faixas, que ta “af, af, af”, ta muito bizarro. Dok, ta com uma mixtape dele, para lançar. Leozí vem com vários trampos de trap. Morena tem alguns trabalhos solos. Eu tenho alguns para lançar também. O que eu posso falar do Solveris, é que estamos trabalhando com bastante, praticamente morando em estúdio e trabalhando muito.”  

Lançado pela galera do Estúdio Sala de EstarSetor Proibido, com produção do Beatmaker Tibery. Confira e acompanhe o trabalho.