Clipe vertical assim como vemos a era digital, traz crítica social na voz de Victor Kali, ouça ‘Judas’

Assim como a sociedade tem visto a vida na maior parte do dia, na tela vertical de um celular, assim o rapper Victor Kali trouxe o clipe de ‘Judas’.

De Belo Horizonte, o rapper que já permeia a cena a bons anos, com alguns lançamentos pertinentes e já cantou com FBC, Djonga, Well, entre outros destaques da cena mineira, nos traz ‘Judas’, que inicialmente foi escrita em cima do beat de KOD, de J. Cole, que é referência nítida pro artista.

“Esse som foi composto em 2018, depois do resultado das eleições presidenciais”

conta Victor Kali, deixando em sua letra subentendido quem é o algoz do povo.

Depois de feito em casa, durante um insight, o artista enviou a guia pro beatmaker Deryck Cabrera que criou o instrumental e fez a engenharia completa do som. Deryck já tem reconhecimento na cena por ter trabalhado com artistas como Don L, Amiri, Diomedes Chinaski, entre outros.

Além de criticar a sociedade como um todo por ter elegido o Bolsonaro e por outras catástrofes, o artista também trouxe uma crítica a como os artistas se comunicam hoje em dia:

Respeito pros ‘milagre’ do gueto
Atura, surta, chapa ou fica quieto
Transformando o seu Toddynho em vinho
Foda, é muita treta ‘pra’ Jorge Vercillo

Victor Kali

Nessas linhas, a crítica foi direcionada a Jorge Vercillo, por um post onde ele diminuia a artista Jojo Toddynho e o público no geral, já que, se a música do artista deixa de dialogar com o público, a culpa é inteiramente dele.

No mais, o artista vem mostrando respeito pela cena Belorizontina, citando o antigo grupo CAOS, que veio antes do DV TRIBO e era formado por Coyote, Hot, FBC, Doug Now e Well, no qual Kali fez parte da segunda formação. E também traz em ‘Judas’ a voz de Zulu, em seu refrão. Zulu é o pioneiro do trap da cena de BH.

O conceito do clipe em vertical e preto e branco veio com imagem e direção de Elen Dutra, que aplicou ao mesmo tempo a ideia de atualidade, se misturando com a simplicidade e a origem, por isso em preto e branco, na quebrada e com takes simples e diretos. O artista que contracena no clipe é Maxuell Menezes.

Inscreva no canal do artista e acompanhe as novidades!