Cesar MC lança “Dai a Cesar o Que É de Cesar”, primeiro álbum de sua carreira

Nesta quarta-feira (08), foi disponibilizado no YouTube o tão esperado videoclipe do rapper Cesar Mc, produzido pela Pineapple Storm. “Dai a Cesar o que é de Cesar” é o primeiro álbum do artista, e também o nome da primeira faixa do disco, já disponível em todas plataformas digitais.

Na música, ele traz versículos tirados do evangelho de Tiago e anuncia o seu momento de justiça: “Mas bem aventurados os que tem fome e sede de justiça, pois eles serão saciados”. Com nome de imperador, ele se coloca em um lugar de autoridade. Mas, oposto à figura opressora de Júlio César, o rapper representa o enfrentamento contra a desigualdade social do nosso país.

Nessa ponte entre o passado e o presente, Cesar MC figura a favela como um “coliseu moderno” – comparando esses dois lugares como palcos de batalhas pela sobrevivência individual e coletiva. Porque, mesmo sendo um personagem reconhecido nas batalhas de rima, acusam a sua cor antes de sua escrita. E, por isso, ele caminha por essa linha tênue entre ser um jovem negro (“não ouse salvar o mundo antes de lavar a louça”) e ser um artista negro (“não há nada mais motivador do que não ter saída”).

O álbum conta com seis faixas e também as participações de Djonga, Emicida e Jaddy, trazendo muita lírica de peso para o time. A produção veio com as assinaturas de Jogzz, Tibery e Felipe Artioli. No mais, o projeto “Dai a Cesar O Que É de Cesar” é um grande tributo à trilha sonora que salvou a sua vida.

Voltando ao passado e descrevendo o tempo presente, ele aponta para algum futuro. Seja melhor ou pior, Cesar está pronto para dar o passo mais importante da sua carreira: “não é só pra dizer que cheguei, mas principalmente por que eu cheguei e o que acontece a partir de agora”

No evangelho, existem algumas passagens em que grupos religiosos tentavam pregar armadilhas em Jesus. Numa delas, perguntam ao filho de Deus se era lícito pagar os impostos do imperador Júlio César. Se Jesus respondesse que sim, o acusariam de apoiar a corrupção e de estar contra o povo. Se Ele dissesse que não, certamente os romanos iriam punir esse sonegador de impostos. Diante de tal provocação, surge uma das frases mais intrigantes das escrituras: “Dai a César o que é de César e dai a Deus o que é de Deus” – em que Jesus desvincula a fé do sistema opressor da época e leva a questão para níveis mais profundos.

São essas provocações e como elas ecoam em tempos atuais e nos desafios da vida periférica que Cesar MC trata em seu primeiro álbum da carreira, “Dai a Cesar O Que É de Cesar”.

Natural de Vitória, Espírito Santo, o jovem negro que veio das batalhas de rima e da realidade difícil dentro do Morro do Quadro, lança seu grito de autoafirmação dentro do rap nacional. Sendo um corpo político buscando seu espaço em um país tão desesperançoso, o rapper narra a sua trajetória de garra e traz questões mais profundas de humanidade neste novo trabalho.

Vale a pena conferir e conhecer os trampos desse grande artista, que segue conquistando cada vez mais espaço com sua lírica poderosa e agressiva. Tocando o dedo nas feridas e trazendo a realidade de diferentes favelas do Brasil.