Cardi B critica sistema educacional dos Estados Unidos

Cardi B criticou as aulas de história "unilaterais" ensinadas nas escolas dos Estados Unidos.

A estrela do rap, de 28 anos – cujo pai é dominicano e a mãe é de Trinidad – usou seu perfil no Twitter para educar os americanos sobre a história de seus ancestrais.

Ela escreveu na plataforma de microblogging: “Mais uma coisa que quero deixar clara para os americanos. A colonização não aconteceu apenas nos EUA. Na verdade, o primeiro barco da diáspora e escravos chegaram à República Dominicana. Nossos irmãos e irmãs haitianos e da República Dominicana foram colocados uns contra os outros por seus colonizadores Espanha e França. (sic)”

A cantora do sucesso ‘WAP’ então lamentou o sistema educacional dos EUA, sugerindo que a população não está suficientemente bem informada sobre eventos históricos importantes.

Ela acrescentou: “Eu gostaria de poder falar mais sobre história e a história unilateral que essas escolas estão nos ensinando. Além de toda essa ‘lição de latim’ que estou dando a vocês, há tanto que aprendi que, se eu falar sobre isso, sinto que o governo vai me DESCONECTAR. Vou apenas falar comigo mesma sobre isso. (sic)”

Card Bi já insistiu anteriormente que continuará a falar o que pensa nas redes sociais, apesar das críticas.