Brisa Flow mostra a força da mulher latino-americana em ‘Newen’, seu primeiro álbum

Cheia sentimento e pluralidade, Brisa de La Cordillera, a.k.a Brisa Flow, chega com uma pegada pesada em seu primeiro disco, que é pura força feminina. Em “Newen“, a mc trouxe diferentes referências musicais, indo além do Rap. Brisa resgata suas raízes, usando a mistura da música Latino-americana e Araucana.

Newen“, significa “força” em Mapudungun, que é língua Mapuche — povo indígena da região centro-sul do Chile e do sudoeste da Argentina no qual Brisa descende.

O disco conta com produtores de diversas regiões do Brasil: Dia, GIANT, Gabba, Mr. Break, Gurila Mangani e Johny Martinez. A mixagem é de Dia e Giancarlo Ranieri, e masterização de Luis Lopes.

Você também pode ouvir o trabalho no Spotify ou baixa-lo:

[su_button url=”http://104.248.15.2.br/?p=40000″ target=”blank” style=”3d” background=”#cf4141″ color=”#ffffff” size=”5″ wide=”yes” center=”yes” radius=”5″ icon=”icon: download”]Baixe o álbum gratuitamente[/su_button]

cover
Capa

[su_spoiler title=”MÚSICAS” open=”yes” style=”simple” icon=”plus-circle”]

  1. Newen (Prod. Giant)
  2. Veias Abertas (Prod. DIA)
  3. Presença Ausente (Prod. DIA)
  4. Natureza Morta (Prod. Gabba)
  5. Veneno (Prod. Gurila Mangani)
  6. As de Cem (Prod. Johny Martinez)
  7. Volúpia (Prod. Mr. Break)
  8. Senso Incomum (Dá Um Zoom) (Prod. GIVNT)
  9. Eu Tenho Que ir (Prod. Gabba)

[/su_spoiler]