“Aqui Jazz”, um álbum de Dabliueme que todos deveriam apreciar

Aqui Jazz é um álbum de referências fortes e importantes, carregado de ritmo, lírica e ‘brasilidade’. Proposto pelo artista Dabliueme, que traz consigo 20 anos de estrada junto a música, e não dá pontos sem nó quando se trata de resistência, luta e questionamento.

Neste projeto, o músico coloca à mostra toda sua bagagem ideológica, necessária e rara no atual cenário do Rap nacional, trazendo com convicção o Hip-Hop e suas essências, se lembrando de todos os elementos, desde o sample garimpado em vinil, até a luta por justiça social, que é a primeira ideia do ritmo no Brasil.

Com a produção executiva de Rômulo Spuri da Straditerra, o álbum Aqui Jazz conta com as participações de P.MC, Rabay e Monkey Jhayam. E também com instrumentistas, nos teclados Killah Keys, na guitarra e no baixo quem assina é Juliano Brasa, e bateria por José Araújo, tudo isso reunido aos samples garimpados de Dabliume com scratchs e colagens de DJ Bndee e DJ Subrinho, uma construção bem elaborada e recheada de elementos palpáveis e concretos que dão profundidade e extensão ao trabalho.

Ao todo são 8 tracks, que te levam à distintos e parecidos locais e visões, sem cansar os ouvidos ou a mente. Dabliume sabe exatamente quando acelerar e quando caminhar, é um ótimo condutor dessa banda de Jazz. Ao mesmo tempo leva nos ombros o peso de seu maracatu. Quando ouvimos, podemos observar o mundo, mais especificamente a periferia da periferia brasileira.

“To no rap desde os 12 anos, minha carreira é baseada em um experimentalismo brasileiro onde o rap não é um limite, pelo contrário, ele tem a magia de se ligar com todos os estilos e a partir dali os produtos finais nascem de acordo com a essência de cada. Em Aqui Jazz sem rotular nada eu canto rap, reggae, manguebeat, samba, bossa nova .” Nos explicou Dabliume

A partir da ótica de Dabliume; o rastaman de responsa, que sem dúvidas traz um som único e importante de ser ouvido, reproduzido e espalhado por aí. Dessas coisas que nos mostram a falta de Chico Science faz, mas só nos ligamos disso quando damos o play.

“Dividir o mic com P.MC, Monkey Jhayam e Rabay foi uma honra enorme, todos referências nos meus processos. E além de toda equipe que somou forte, Djs, a banda, a produção. Um time de responsa.” Ele completa.

Vale a pena conferir o álbum porque ficou uma verdadeira obra de arte, no qual toda produção trabalhou arduamente para trazer o melhor conteúdo possível para a ideia do projeto. Entregando para o público uma mensagem muito importante para os momentos atuais do mundo.