Foto: Divulgação

Após Chacina da Gamboa, Tas prepara “Mantém a Fé”

Na madrugada do dia 1° de março, três pessoas morreram na comunidade Solar do Unhão, que fica na região da Gamboa, em Salvador.

Alexandre dos Santos, Patrick Sapucaia e uma mulher de 30 anos foram baleados em uma ação da Polícia Militar, que informou que o trio foi morto em uma “troca de tiros”, versão contestada pelos moradores.

“A polícia chegou aqui para fazer o trabalho dela, mas fez um trabalho truculento. [Os policiais] Chegaram com a viatura dando muitos tiros, chegaram com bombas de lacrimejantes [gás lacrimogêneo], mataram dois meninos aqui, com requintes de crueldade. Eles fizeram isso, deram tiro na população, executaram com sangue frio. Na Gamboa de Baixo não tem só traficante e ladrão, tem moradores, gente de bem, tem crianças. Eles têm que fazer o trabalho deles, a população não mexe, mas chegar da forma que chegaram, dando tiro e matando, tá errado”, contou uma parente de Alexandre, que não teve o nome identificado.

O episódio gerou protestos, como de moradores da comunidade na Avenida Contorno, e música, como a de Tas MC, rapper soteropolitano.

Confira aqui. O nome da track, ainda sem data de lançamento oficial, é “Mantém a Fé“, e entre outras ideias passa a mensagem reta e direta que “não foi troca de tiro não, vú?“.

Para saber quando o lançamento estará disponível e conhecer mais sobre o artista, siga @tas071.