A volta do 509-E

O 509-E anunciou que vai retornar aos palcos, Dexter e Afro-X, integrantes do grupo, farão uma série de shows para celebrar os 20 anos de parceria entre a dupla, que estava a 16 anos longe dos palcos.

Na década de 1990, Afro-X recebeu a sentença de 14 anos de reclusão, por ter cometido dois assaltos à mão armada e um estelionato. Dexter foi condenado a 17 anos de prisão por sete assaltos à mão armada, ambos encaminhados para cumprir pena na antiga Casa de Detenção de São Paulo, conhecida popularmente como Carandiru, onde fundaram o 509-E. O nome da dupla foi devido à cela 509-E, localizada no 2º andar do Pavilhão 7, que ficou imortalizada para o rap e é uma das mais conhecidas do Complexo do Carandiru, que hoje se encontra desativado e, em seu lugar, foi construído o Parque da Juventude.

Em 2003 a dupla se separou após algumas desavenças entre os integrantes, acarretando no fim do 509-E, que tinha dois discos lançados, Provérbios 13, em 2000 e MMII DC (2002 Depois de Cristo) em 2002.

Com a volta do grupo, Dexter e Afro-X já anunciaram quatro shows, marcados para o segundo semestre do ano, o primeiro acontece no dia 24 de Agosto na Audio, em São Paulo, e os outros serão em Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador. O grupo também afirmou que não é uma reunião definitiva e que há mais datas em negociação, mas que ainda não foram confirmadas.

No canal da “Brasil de Fato”, Dexter e Afro-X fala um pouco mais sobre a volta, confira: