A mistura quente de drill, futebol e as ruas de Fortal, assista agora o videoclipe de “T Henry”.

Que o Drill é a nova febre rítimica do momento, isso não é mais novidade, é um fato. E em fortaleza, essa febre vem trazendo cada vez mais, trabalhos no mais alto nível, quando se trata do quesito rimas, batidas e materia audiovisual.

As marcas de streetwear da cidade vem dando voz e somando junto aos mc’s nos projetos musicais, de forma independente os trabalhos ganham forma e adiquirem cada vez mais uma identidade que condiz com o cotidiano de jovens fortalezenses.

Após os lançamentos de “Real Rude e Raro“, “Peita da 4Town” e “Corre de beco” a 4town Street volta ao cenário musical, dessa vez com a faixa intitulada “T Henry“, sim amigos mais um drill da melhor qualidade, com a junção de mc’s do mais alto conceito no quesito rimas, fazendo referência a um dos melhores atacantes do futebol mundial, o craque francês Thierry Henry.

Capa do single foto: Ozéias Araújo/Edição: Targinou.

O mais novo single conta com as linhas de KKRT, Grow e Farell, e uma produção impecável de Doiston, a musica faz uma referência destacada ao jogador no refrão, onde cita uma característica clássica na maioria dos lances do mesmo, “Dominei, ja matéi, tipo Thierry thierry, já passei nem me viu, ainda tô na fé por aqui“. A identidade regional segue latente no som, com o uso de gírias e termos locais em determinadas linhas, o que torna mais densa a atmosfera musical.

KKRT, Grow e Farell. Foto: Felipe Correa.

Não podemos deixar de citar o destaque do trabalho audiovisual, de suma importância no processo, a foto da capa por Ozéias Araujo e as imagens captadas por Felipe correa, a edição foi assinada com maestria por Targinou (anotem esses nomes) que vem ganhando notoriedade, com um trabalho inovador no uso das imagens. Young Seju assinou novamente a mixagem e masterização do trabalho, e a produção executiva e artística foi feita pelo CEO da marca Guilherme Carvalho.

“T Henry” é muito mais que uma collab entre artistas e marca de roupa, é o retrato do cotidiano de muitos jovens, que tem que dominar os problemas no peito, driblar os obstáculos e correr atrás de seus sonhos. Ouça sem moderação, seguimos na fé por aqui.

Uma menção honrosa ao mano Uchoa, força e muita fé, logo menos você estará conosco.

“É o bicho,

meus pivete tão tudo sonhando em ser rico,

te aviso, que vitória de um é de todo o time…”